Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kabuscorp remarca estgio

Paulo Caculo - 17 de Junho, 2015

Equipa do Palanca treinou ontem no relvado adjacente ao estdio 11 de Novembro no Camama enquanto aguarda pelo estgio

Fotografia: Eduardo Pedro

O Kabuscorp cumpre a partir de hoje, os últimos dias de trabalho em Luanda, antes da viagem a Benguela agendada para sábado, tendo em vista o curto estágio pré -competitivo, de duas semanas, na projecção à segunda volta do Girabola. Enquanto não acontece a deslocação ao palco do curto estágio, o técnico Miller Gomes tem aproveitado os treinos alternados entre o estádio dos Coqueiros e o relvado adjacente ao 11 de Novembro, no Camama, para manter os jogadores nos níveis físicos desejados.

Durante a preparação em Benguela, os vice -campeões nacionais aproveitam para participar de um torneio com equipas locais. O objectivo, como fez questão de sublinhar o treinador do Kabuscorp, é manter o grupo de jogadores em competição, de forma a evitar quebras de ritmo competitivo.
Um dos grandes desafios de Miller Gomes na última fase de disputa do campeonato nacional, vai ser procurar inverter o percurso patenteado pela equipa no primeiro turno do campeonato.

Durante as primeiras 15 jornadas, o Kabuscorp teve maior número de vitórias e menos derrotas nos jogos fora de casa, facto que deixou transparecer alguma dificuldade da equipa do Palanca em jogar sob pressão dos adeptos. Mais do que melhorar as variáveis que podem revelar-se fundamentais no final das contas para o título, justificar que os pontos perdidos em casa e a fraca margem de golos espelhada nos jogos em Luanda foram obras de mero acaso ou “acidentes” de percurso.

Seja como for, o Kabuscorp tem cerca de 20 dias para corrigir todos os pormenores que o técnico entenda serem necessários, porque não estão no limite dos níveis desejados. Ao contrário dos ensaios efectuados na capital do país, os treinos em Benguela devem incidir muito mais nos exercícios que visam apurar a movimentação individual e colectiva da equipa.

CONCORRÊNCIA
Reforços procuram
convencer treinador

Os dias de trabalho no Kabuscorp, por esta altura de defeso do Girabola, decorrem como se de uma pré - época se tratasse. A luta incessante dos jogadores pelos lugares de destaque da equipa domina a preparação orientada pelo técnico Miller Gomes.

Tal como já se esperava, a chegada de reforços, sobretudo alguns de elevada qualidade, como são os casos de Guilherme Afonso e Meda, contribuiu para espevitar a concorrência no plantel da equipa palanquina. Os dois jogadores devem disputar um lugar entre os titulares, facto que obriga aos atletas mais antigos da equipa a redobrarem esforços, de forma a não perderem os lugares entre os titulares.

Sobre Guilherme Afonso pesa o facto de ser um avançado com relação íntima com os golos, bom sentido de posicionamento na área e forte no jogo aéreo, qualidades que mereceu o estatuto de atacante temível é imprevisível diante das balizas. Já em relação ao jovem médio Meda  reconhece-se a qualidade do passe, drible e assistências ao ataque. Aliás, enquanto esteve no Interclube foi dos jogadores que se destacou pelo volume de assistências protagonizadas a favor do ataque.

De resto, Miller Gomes conta ainda com o concurso de Evandro Brandão, outro dos jogadores que chega ao clube do Palanca com “boa ficha”. O antigo atleta do Libolo sai de Calulo com boas e agradáveis referências, que pode confirmar-se ao serviço dos vice -campeões nacionais.
PC