Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kabuscorp supera sporting

PAULO CACULO - 17 de Fevereiro, 2018

Atacante Nelito autor do primeiro Hack-tric do campeonato

Fotografia: Mota Ambrsio | Edies Novembro

O Kabuscorp do Palanca, mesmo sem precisar de puxar dos galões e com uma exibição de encher os olhos, não teve dificuldades em conquistar os primeiros três no Girabola ao impor ontem uma derrota ao Sporting de Cabinda, por 3-0, em jogo abertura da 2ª jornada, disputado no estádio dos Coqueiros.
Pressionado pela necessidade imperiosa de vencer para redimir-se da derrota averbada na jornada anterior, os palanquinos entraram com tudo no jogo e muito cedo deixaram transparecer a imagem de um colectivo disposto a resolver o jogo muito cedo.
Com um meio campo bem povoado, com Castro, Glaucio e Isaías ,o trio dos leões não teve capacidade para municiar os colegas e produzirem uma jogada com princípio meio e fim, suficiente para provocar calafrios ao guarda-redes Elber. Fruto desta quase inoperância atacante do Sporting, a zona intermediária do Kabuscorp teve espaços e liberdade para criar. Ou seja, Lami, Dário, Nandinho e Filhão tinham nos pés todas às soluções para imprimirem o caudal ofensivo ao ataque da equipa. Aliás, era por este quarteto que passavam todas as soluções do futebol dos palanquinos.
Dada a qualidade do futebol apresentado, o conjunto orientado por Sérgio Traguil  tomou conta do jogo. Assumiu o domínio territorial e acabou por ser com naturalidade, que chegou ao primeiro golo, por Nandinho, aos 20\\\'.
À desvantagem provocou sérios danos na estrutura psicológica dos leões, que tiveram imensas dificuldades para travarem o ímpeto ofensivo do adversário. Com Nandinho a surgir endiabrado nos extremos, ora na esquerda, ora na direita, a trocar os olhos aos laterais contrário, Nelito teve as bolas que desejou para facturar. E nem tardou para o avançado do palanquino bisar na contenda, aos 37’.
A perder por 2-0 esperava-se outra postura do Sporting. Mas, debalde. A equipa de Cabinda continuou a revelar impotência para chegar com perigo à baliza do Kabuscorp. E como quem não marca arrisca quase sempre a sofrer. Nelito voltou a mostrar que não está no jogo para brincadeiras e muito menos contemplações, ao rubricar o primeiro Hack-tric do campeonato. Grande golo, sublinhe-se, de passagem!
A história ao intervalo não se alterou. O leão ferido, regressou com a intenção de atacar a sua presa, mas sem aquela garra que faz de si o Rei da selva, enquanto os palanquinos procuravam ampliar o marcador, mas sem muita acutilância. 

FICHA TÉCNICA


Estádio: Coqueiros
Árbitro: Paulo Talaia
Assistentes: Ricardo Daniel e Joaquim Chiyo
4º árbitro: Sanda Kito
Comissário: Domingos Tomás

Kabuscorp: Elber; Libero, Debele, Depaiza e Mussumari; Dário, Nari, Lami e Nandinho; Nelito e Filhão
Substituições: Dário por Amaro aos 60', Nandinho por Cristiano aos 83' e Filhão por Faustino aos 88'.
Acção disciplinar:
Treinador: Sérgio Traguil

Sporting: Langanga; Madzou, Simão, Nani e Tchingane; Água Doce, Castro, Cristo, Glaúcio e Isaías; Abel.
Substituições: Cristo cedeu o lugar a Yele aos 44', Abel por Chouma aos 49'
Acção Disciplinar: Amarelo a Nani, aos 16’ e Água Doce  aos 81
Treinador: Emena Kuanzambi
Ao intervalo: 3-0
Resultado final: 3-0