Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kangamba promete ttulo no Kabuscorp

Paulo Caculo - 22 de Outubro, 2018

Fotografia: Santos Pedro | Edies Novembro

O Kabuscorp do Palanca já tem definido os objectivos para a época futebolística 2018/19. A equipa vai lutar pela conquista do segundo título de campeão do Girabola Zap, soube-se do seu presidente de direcção, Bento dos Santos Kangamba.
Falando em declarações à imprensa, no âmbito da projecção da próxima temporada do futebol, o líder e fundador do popular clube do Palanca disse ter chegado à altura da equipa regressar ao título, justificando terem sido criadas todas as condições para que tal aconteça.
\"Estaria a mentir se dissesse que não quero ser campeão. Penso que este é o ano do Kabuscorp. Sem dúvidas\", apressou-se a afirmar Bento Kangamba, para em seguida acrescentar:
\"Para uma equipa que já foi campeão em 2013 e está há quatro anos sem ganhar nada, temos a obrigação de sonhar com o título. Por isso é que trouxemos reforços para ganhar o campeonato. Se vocês fazerem as vossas contas, verão que o Kabuscorp foi a equipa que mais reforçou o seu plantel. Ao contrário do que alguns comentadores estavam a dizer que sobre o Kabuscorp, que não tem dinheiro para competir. É com esta equipa que vamos ganhar o campeonato\".
O presidente do grémio do Palanca admite, no entanto, que ao assumir a conquista do título como objectivo, a direcção, jogadores e equipa técnica do Kabuscorp devem encarar a época com maiores responsabilidades, sobretudo a julgar pelo grau de exigência.
\"Encarámos a próxima época com uma grande responsabilidade. Vocês sabem que as coisas estão muito difíceis no campeonato, mas é o campeonato que conhecemos. Os jogadores que temos são os que já conhecem e a equipa técnica que temos é nova e vamos lutar para ver se vencemos o Girabola\", disse.
De acordo ainda com Bento Kangamba, os crónicos rivais na luta pelo título, 1.º de Agosto e o Petro de Luanda, apenas ficam fortes quando o Kabuscorp está fraco, razão pela qual no campeonato que começa a 27 de Outubro será diferente.
\"Quando estamos fortes, o Petro e o 1.º de Agosto ficam atrás de nós. Na última época, o Kabuscorp esteve fraco e o 1.º de Agosto aproveitou para vencer o campeonato. Os resultados que o 1.º de Agosto fez agora no Girabola, já não vai conseguir fazer na próxima época. Estamos a trabalhar para preparar uma equipa forte e ao nível do que habituámos em anos anteriores\", assegurou.
Questionado sobre os pendentes administrativos com jogadores e técnicos, que resultaram na perca de 12 pontos na época anterior, Bento Kangamba garantiu estar tudo ultrapassado, sendo que apenas algumas questões pontuais devem ser acertadas.
\"Não temos problemas nenhuns e respeitamos a FAF enquanto órgão máximo do futebol, mas estamos a cumprir a nossa parte e a federação a sua. A nossa parte está a ser cumprida. Vamos disputar o campeonato sem problemas nenhuns. Quando existem erros, o visado é sempre o presidente do clube. São situações que os advogados do clube acompanharam mal, mas estamos aqui para corrigir os erros do ano passado\", garantiu o presidente o Kabuscorp.

“Vamos praticar bom futebol”
O técnico do Kabuscorp do Palanca, Paulo Torres, disse não ter dúvidas que a equipa vai praticar bom futebol durante a época futebolística que se avizinha e, caso se confirme, pode também criar condições para vencer o campeonato.
O português ao serviço do grémio do Palanca considera normal que um clube da dimensão do Kabuscorp assuma o título como objectivo, mas garante estar disposto a ajudar a concretizar os objectivos, desde que o grupo seja capaz de fazer bem o seu trabalho.
"As exigências são normais. Um clube como o Kabuscorp sobre tem que ambicionar sempre títulos. Naturalmente que estamos ainda numa fase de construção da equipa, com pés bem assentes na terra e temos um presidente que é extremamente ambicioso, homem do futebol, que já deu muito e continua a dar muito ao futebol. Portanto, os jogadores sabem muito bem que a mentalidade passa por disputarmos todos os jogos com uma grande atitude e com grande responsabilidade", disse. 
Paulo Torres garante queda equipa está a trabalhar para jogar bom futebol, razão pela qual está a trabalhar a um nível positivo e a assimilar os processos. 
"Não tenho dúvidas que vamos praticar um bom futebol. É uma equipa que joga bem e está bem organizada e mais próxima de conseguir o sucesso. Temos de agradecer ao nosso presidente Kangamba, porque deu-nos excelentes condições para desenvolvermos o nosso trabalho em termos da pré-época, nesta Academia do Benfica de Luanda, onde existem excelentes condições para treinar e quando é assim, torna-se mais fácil desenvolver o nosso trabalho", assevera o treinador.
O experiente técnico assegura estar satisfeito com o comportamento dos jogadores. Admite não ter ainda o plantel totalmente fechado, pelo que espera que possa surgir mais um ou dois reforços, antes de fechar o mercado de transferência. Sublinha que o plantel dos grandes clubes nunca está fechado até ao último dia das inscrições.
"Estamos a nos conhecer, é a primeira vez que estamos a trabalhar juntos e a resposta tem sido fantástica. Os jogadores estão com um comportamento muito positivo, estamos a conseguir colocar em prática alguns processos que temos definidos para a nossa equipa, e quando é assim, a equipa técnica deve estar satisfeita, naturalmente ainda com muito trabalho e grande responsabilidade pela frente", afirma. 
Segundo ainda o técnico Paulo Torres, o Kabuscorp é um clube grande do campeonato angolano e, portanto, tudo aquilo que são bons jogadores e mais-valias têm portas abertas para integrar a equipa.