Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kaporal correspondeu confiana de Torres

Valodia Kambata - 23 de Abril, 2018

Avanado dos polcias comeou jogo no onze em substituio do goleador Pedro

Fotografia: Vigas da Purificao| Edies Novembro

A utilização do avançado Kaporal no \"onze\" inicial do Interclube no jogo de sábado no Estádio 22 de Junho diante do JGM do Huambo, em substituição do goleador Pedro, foi justificado pelo treinador Paulo Torres como necessitar de mais jogos nas pernas.
O ex-atacante do 1º de Maio de Benguela não defraudou às expectativas em torno da sua utilização como titular, pois, soube jogar para o colectivo, por isso, mereceu aplausos do treinador dos polícias que assegura ter três avançados de qualidade, para atacar durante toda a época.  
“O Kaporal e o Moco precisam de jogos. Hoje (no sábado) foi a vez do Kaporal estar no jogo e aproveitar a oportunidade criada pelo colectivo, não podemos esquecer que o Moco entrou bem no jogo, nos últimos 20 minutos. Todas as oportunidades passaram pelo Moco,  temos três pontas -de -lança de qualidade. O nosso sistema de jogo só permite um ponta, uma tarefa muito difícil para mim. Angola deve prestar atenção, pois, são três jogadores que marcam a diferença”, disse.
Kaporal  tirou proveito da oportunidade dada pelo treinador Paulo Torres. O jogador teve um papel preponderante na goleada imposta aos estudantes do Huambo, ao marcar dois dos cincos golos do jogo, em que Mano Calesso (2) e Paty (1), foram outros marcadores de serviço.
A vitória gorda de sábado, como não podia deixar de ser, deixou satisfeito o treinador Paulo Torres que promete mais trabalho para aumentar a qualidade do futebol praticado pela equipa. “Foi um jogo bem disputado. Trabalhámos muito ao longo da semana, com muita responsabilidade, pois, a minha equipa tem de  praticar bom futebol. Sabíamos, que se não marcássemos nos primeiros 15 minutos, seria uma tarefa  difícil, felizmente aconteceu. Criámos várias situações de golo, mantivemos a baliza a zero, pressionamos quando tínhamos de pressionar, em função disso, os golos apareceram”, disse.
Embora fosse um jogo com resultado dilatado, Paulo Torres não desvaloriza o jogo, sabe que a sua equipa  tem muito para trabalhar,  para continuar a fazer bons resultados.
“Muitos podem pensar que foi um jogo fácil devido ao resultado, mas não foi. Estou satisfeito, é uma vitória que nos assenta muito bem, temos de  trabalhar  com a mesma dedicação para praticar sempre bom futebol”, salientou


JOGO EM CALULO
Técnico dos polícias
fala em determinação


O técnico do Interclube, Paulo Torres, garante que a sua equipa vai a Calulo na  quarta feira para conseguir um resultado positivo, no jogo da 12ª jornada do Girabola Zap.
\"Estamos preparados a fazer um bom resultado. Os jogadores estão a corresponder às nossas expectativas e por isso, acredito que vamos fazer um bom resultado em Calulo, embora se saiba ser uma empreitada difícil\", salientou o técnico português.
Não obstante, a equipa sair de uma goleada diante do JGM, Paulo  Torres mantém o mesmo discurso e  garante que não existem \"jogos fácies\", nem adversários fracos.
“Temos a convicção que não será um jogo fácil, pois, ao logo desta época podemos ver que não existe nenhum jogo fácil, por isso, vamos para lá (Calulo) com muita cautela, mas com determinação  e vontade de conseguir um resultado positivo\", disse o técnico do Interclube.
Sobre o adversário, o técnico classificou-o \"muito bom\", por isso, vão ter muita atenção neste jogo.
“Vamos trabalhar  neste pouco tempo que temos, com prudência para este jogo,  vamos enfrentar uma equipa que joga bem em casa e por isso, tudo vai fazer para conquistar os três pontos ”, salientou o técnico dos polícias.
O Interclube lidera o Girabola Zap com 25 pontos, espera regressar de Calulo com mais três pontos, para reforçar a condição de líder da competição.                                                 
 VK