Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kingsley Kissi encanta Mrio Soares

Benigno Narciso, no Lubango - 11 de Julho, 2017

Antigo guardio do Santa Rita de Cssia tem vinculo com os huilanos

Fotografia: Dombele Bernardo| Edies Novembro

A prestação do guarda-redes ghanês Kingsley Kissi no jogo de domingo diante do Recreativo da Caála, referente à 19ª jornada do Girabola Zap que marcou a sua estreia com a camisola do Desportivo da Huíla depois de representar o Santa Rita de Cássia FC na primeira volta do campeonato, encantou o treinador da equipa huilana, Mário Soares, pela segurança e tranquilidade transmitida ao grupo durante os 90 minutos.

Ao descrever a actuação do reforço ghanês, cedido por empréstimo ao Desportivo pelo 1º de Agosto para a segunda volta do campeonato, o técnico assegurou que o guarda-redes garante  segurança que a equipa necessita para encarar com tranquilidade o resto da competição.

“O Kissi transmitiu segurança e a tranquilidade que a nossa equipa precisou na baliza. Por aquilo que provou durante dos treinos, conforme tem sido a sua entrega, a sua habilidade e as qualidades técnicas, garante-nos muita segurança”, confessou Mário Soares.

Contudo, a estreia do guardião acontece semanas depois de a direcção do Clube Desportivo da Huíla ter desmentido, em conferência de imprensa, no Lubango, as notícias divulgadas na altura que davam conta de uma alegada cedência à equipa, por empréstimo pelo 1º de Agosto para reforçar a equipa afecta à Região Militar Sul na segunda volta do campeonato.

A ligação do ghanês ao clube huilano, segundo leituras feitas na altura, resultou do facto de administrativamente não ter sido possível a inclusão do guardião no plantel do 1º de Agosto para o segundo turno do Girabola Zap 2017.

O director de Marketing e Imagem do Desportivo, Adriano Lopes, que presidiu na altura a conferência de imprensa, realizada na sede do clube, havia clarificado que o guarda-redes ghanês Kingsley Kissi não era atleta do clube e que estava apenas junto da equipa para efectuar a manutenção da condição física.

“Nesta altura a única coisa que podemos avançar é que o guarda-redes ghanês Kingsley Kissi não é nosso atleta. Não há qualquer ligação jurídica ou laboral com o atleta em causa. Está apenas junto da nossa equipa a fazer a sua manutenção atlética. Não é nosso atleta”, referiu na ocasião.