Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kostadin Papic com ambio no Kabuscorp

14 de Junho, 2018

Treinador srvio orienta amanh a ltima sesso de treinos da equipa antes da viagem a Cabinda

Fotografia: Dr

"O nosso objectivo é fazer um bom trabalho no Kabuscorp. Pretendemos ser uma equipa cada vez mais forte e com objectivos bem definidos". Foram estas as primeiras palavras proferidas pelo novo treinador do Kabuscorp do Palanca, Kostadin Papic, na primeira reacção daquilo que espera da sua primeira experiência no campeonato angolano.
O substituto de Sérgio Traguil garante que assumiu um grande desafio, e espera contar com a colaboração e entrega dos jogadores que encontrou no plantel. O treinador admite não haver mais tempo a perder, pelo que ambiciona estrear-se com triunfo diante do Sporting de Cabinda, na próxima jornada, de forma a manter a equipa na senda das vitórias.
O novo técnico da turma do Palanca, considera ser razoável, nessa altura, falar em promessas de conquista do campeonato, porque nada ainda está definido, embora a distância pontual em relação aos outros candidatos ser ainda considerável. Ainda assim, advertiu que a sua equipa vai entrar em campo em todos os jogos, com o objectivo único de conquistar os três pontos.
"Tratando-se de um clube com esta grandiosidade, o que resta da minha parte é trabalhar imenso e com a máxima honestidade. Quero que este clube, seja, no futuro, mais estável do ponto de vista desportivo", disse Kostadin Papic, em declarações à Rádio Cinco.
Entretanto, o técnico sérvio manteve ontem o primeiro contacto com o grupo de trabalho, no centro de estágio do Benfica de Luanda, no município de Cacuaco, arredores de Sequele. O apronto serviu também para os jogadores e membros do 'staff' técnico conhecerem o novo líder da equipa, bem como trocarem algumas impressões.
Durante os próximos dias, o grande desafio do treinador será o de avaliar a qualidade do plantel à sua disposição e, como é óbvio, começar a introduzir já os seus conceitos e filosofia de trabalho, sem, no entanto, operar muitas alterações na equipa base. Para a deslocação a Cabinda, é pouco provável que o novo treinador venha a ter grande influência na construção do "onze".
Com apenas três dias no comando da equipa, até à deslocação a Cabinda, o novo técnico deverá assumir apenas um papel mais de observador, que propriamente interventivo na estratégia e modelo de jogo. Em face disso, a responsabilidade deverá recair aos adjuntos Marcos Chivinda e Quim Manuel.
Tal como no embate com os caalenses, os palanquinos podem voltar a jogar no sistema táctico 4X5X1, privilegiando o passe e a posse de bola, como modelo. Amanhã, às 9 horas, a equipa trabalha no estádio dos Coqueiros, naquela que será a preparação que antecede a viagem a Cabinda.

Direcção agradece apoio dos agentes e amigos

A direcção do Kabuscorp Sport Clube do Palanca, encabeçada pelo seu presidente Bento Kangamba, agradeceu na sua página no Facebook todas as manifestações de solidariedade prestadas por alguns agentes desportivos, face à situação conturbada que enfrenta a equipa na presente temporada futebolística.
"Tem sido com alguma satisfação e particular atenção que o Kabuscorp tem recebido todas as mensagens de apoio provenientes de ex-treinadores, antigos atletas, dirigentes de clubes e sociedade em geral, que se mostram ao lado do clube e lamentam a situação", lê-se na nota de agradecimento.
A direcção do clube do Palanca garante, no entanto, "estar a utilizar todos os recursos que forem necessários e ao seu dispor, para ultrapassar as contrariedades que enfrenta", sublinhou.
Bento Kangamba, presidente do clube, reitera a disposição do clube em continuar a lutar pelos seus objectivos, sobretudo "manter o prestígio e respeito granjeado no principal campeonato angolano", onde se sagrou campeão em 2013 e vai continuar a competir em busca de mais títulos. Apesar do drama gerado a volta do caso, a direcção do Kabuscorp garante que tal situação "não vai afectar o foco da equipa de futebol e tão pouco abalar a estrutura do clube", assegurou. "Somos uma agremiação de bem e que defende princípios assentes na legalidade", sublinhou.