Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Leoninos e aviadores jogam pela salvao

11 de Maio, 2019

Sporting de Cabinda e ASA medem foras no Taf

Fotografia: Edies Novembro

Três jogos, dois dos quais com interesse na discussão pela permanência no campeonato, todos com início em simultâneo, às 15H00, centralizam hoje as atenções da abertura da vigésima nona (29ª) jornada do Girabola Zap. Sporting de Cabinda e ASA medem forças no Tafe; Saurimo FC defronta o Santa Rita de Cássia, nas Mangueiras, e o Libolo recebe a visita do Progresso do Sambizanga, em Calulo.

Pressionados pela necessidade imperiosa de vencerem, sob o risco de serem rebaixados para a segunda divisão, Sporting e ASA cruzam no estádio do Tafe, em Cabinda, com objectivo de travarem um duelo interessante. Ambos estão proibidos de perder e encaram este jogo como uma autêntica final.

A alimentar o duelo entre leões e aviadores, está o facto das duas formações partilharem o mesmo número de pontos (25), embora com a vantagem do conjunto do norte do país figurar na 13ª posição, ou seja, um degrau acima da equipa do aeroporto, em virtude de possuir maior «golo average».  

Embalando nesta visão, aguarda-se por um jogo com elevados índices de dificuldades para ambos os contendores, mas sobretudo com emoção, competitividade e, muito provavelmente, alternância na posse da bola e disposição de oportunidades de golo.

Igualmente a viver períodos de aflição, dada a ainda incomoda 11ª posição que ocupa na tabela de classificação, o Santa Rita desloca-se a Lunda Sul com a missão de obrigatoriamente vencer o já despromovido Saurimo FC local.

Ainda que a equipa caseira tenha a sua «sentença» ditada, não se prevê que venha a entregar os pontos de bandeja. Muito pelo contrário. A bem da verdade desportiva, espera-se que os lundas ofereçam a melhor replica aos forasteiros ou, na melhor das hipóteses, saibam justificar a condição de favoritos, por estarem a jogar em casa e diante do seu público.

Noutro jogo igualmente agendado para hoje à tarde, Libolo e Progresso travam, em Calulo, um 'trumunu' entre equipas que aspiram consolidar ou melhorar posições na classificação.

Os sambilas devem enfrentar grandes dificuldades nesta deslocação ao Cuanza Sul. O conjunto às ordens Hélder Teixeira cresce de jogo em jogo e a última vitória na Taça de Angola serve de prova inequívoca da enorme motivação que domina o balneário. Portanto, um grande jogo em perspectiva.


D'AGOSTO  NO BIÉ


No prosseguimento da jornada (29ª), o estádio dos Eucaliptos, no Bié, testemunha o confronto entre as equipas do Cuando Cubango  e o 1ºde Agosto, às 15H00, tendo a disputa do título como "pano de fundo". Ou seja, em caso de empate ou derrota do Petro, em Luanda, frente a Académica do Lobito, os militares podem festejar antecipadamente o tetra-campeonato.

Mas, prognósticos à parte, esta deslocação do 1º de Agosto ao terreno "emprestado" do Cuando Cubango, reveste-se de suma e capital importância para os militares, em virtude do cenário que se reveste o desafio.

A equipa militar não deve, também, vacilar e nem tão-pouco surgir diminuída, perante um adversário que, embora teoricamente mais frágil, joga em casa e mantém a luta pela permanência no campeonato. Portanto, adivinha-se uma luta intensa e com cenários de imprevisibilidade no desfecho da partida.  

Enquanto isso, o Petro de Luanda recebe a Académica do Lobito, no estádio 11 de Novembro, à mesma hora, com a responsabilidade de vencer e manter acesa a discussão pelo título até à última jornada. O adversário é, também, um conjunto com a situação indefinida na classificação.

Nos restantes jogos, com começo igualmente agendado para as 15H00, o  Bravos do Maquis recepciona o Kabuscorp, no estádio do Mundunduleno; Sagrada Esperança e Interclube, defrontam-se no Dundo, enquanto o Desportivo da Huíla visita o Recreativo da Caála, no Mártires da Canhala.