Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Libolo aposta em manter posio

16 de Maio, 2016

Formao de Calulo procura esta tarde continuar na senda das vitria

Fotografia: Jos Cola

Disposto a recuperar a posição na tabela de classificação e reduzir a diferença pontual em relação ao líder, o Recreativo do Libolo recebe esta tarde às 15h00, no Estádio de Calulo, o Progresso do Sambizanga para o encerramento da 12ª jornada do Girabola Zap.

Num duelo entre duas equipas com objectivos opostos na prova, a balança pende para a formação candidata ao título. E, se a pressão está do lado dos anfitriões, não é menos verdade é que esta equipa já não é a mesma que em determinada altura da época tudo parecia correr mal, mas que facilmente está a inverter o quadro.

O campeão nacional luta pela revalidação do título e tem pela frente um adversário que apontou os cinco primeiros lugares na classificação, como a sua meta. Separados por quatro pontos, o jogo promete alguma emoção, a julgar pelo resultado que os dois contendores têm obtido nos últimos jogos.

Ainda assim, os libolenses são os favoritos, não pelo factor casa, mas acima de tudo pela motivação que se vive na equipa orientada por João Paulo Costa, desde a recuperação que está a evidenciar para não perder de vista a progressão dos militares.

O Estádio de Calulo, ao contrário dos anos anteriores, já não intimida tanto os visitantes. Os anfitriões não mantêm a hegemonia este ano e por vezes perdem pontos, inclusive com equipas que não são do seu campeonato, ou seja, formações que lutam pela manutenção.

Depois do afastamento nas competições africanas, o campeão nacional levou muito tempo a digerir o desaire, mas aos poucos levanta a cabeça, virou as baterias para competição doméstica e está a recuperar os pontos perdidos. Não é por acaso que na entrada desta ronda ocupa a segunda posição.

Quanto ao Progresso, o plantel está confiante e aos poucos a tempestade que "devastou", o Sambizanga deu lugar à bonança. Os sambilas hoje estão mais confiantes e soltos e com atitude. Encara, os jogos de peito aberto e determinados em pontuar sempre, seja em que circunstâncias fôr.

O plantel às ordens de Albano César reconquistou a auto-estima e a sequência de resultados nas últimas jornadas, e é a prova mais que evidente do período de graça que se vive na equipa de Paixão Júnior, o que obriga no campeonato nacional a redobrar os cuidados para não ser surpreendido.

Apesar de não ser uma partida de alto risco, ainda assim, está a ser aguardada com um vivo interesse, já que está em jogo a manutenção da segunda posição e por outro, manter a perseguição e a pressão ao pelotão da frente, em direcção à quinta posição.