Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Libolo ascende quarta posio

Ant?nio Felix - 28 de Maio, 2017

O Recreativo Libolo bastante determinado decidiu apostou nos flancos para criar muitos embaraos turma da casa

Fotografia: Edies Novembro

A equipa de Calulo, que chegou à Vila da Caála depois de uma longa viagem por estrada, conseguiu os três pontos por mérito porque foi a equipa mais esclarecida, a atacar e a defender, nos dois períodos de jogo.

A equipa de Vaz Pinto dominou quase toda a primeira parte, etapa em que os donos da casa apenas tiveram uma flagrante oportunidade para marcar, quando Caiá, com a oportunidade de inaugurar o marcador  aos 26 minutos, rematou para o "céu".

O Libolo apostou muito nos flancos, criando embaraços à turma da  casa, esta em dificuldade de cortar as linhas de passe dos visitantes, até que, aos 42 minutos, sofreu um golo, na sequência de uma cobrança de canto que saiu dos pés do "libolense" Dário, fazendo, com isso, com que o seu colega Fabrício, sem muitas dificuldades rubricou o golo. Fazia o seu sétimo tento neste campeonato!

O golo apontado por este jogador, que já esteve ao serviço da equipa da Caála, foi como que um balde de água fria por ter acontecido quase em cima do intervalo.

É por esta razão que o técnico Alberto Cardeaux, após o intervalo, fez "reentrar" a equipa a jogar com dois pontas nos dois corredores. A intenção era pressionar o último reduto adversário e marcar logo nos minutos iniciais. Sinal evidente foi quando o treinador retirou Tomé e colocou João Love no ataque.

 O certo porém é que o Libolo chegou ao segundo logo, outra vez através de um cabeceamento de Patrício, a terminar canto cobrado pelo seu colega  Edy Afonso, aos 52 minutos. Foi como que um desvairo total para a equipa anfitriã!

Isto obrigou, de novo, o técnico Alberto Cardeaux a operar alteração na sua equipa, parecendo responder também à mudança operada pelo técnico João Pinto no Libolo -  que antes, fizera sair Dário e entrar Nandinho. Cardeaux colocou Careca no lugar de Pedro.

Mas se pensava que esta movimentação esfriaria o engodo liolense aos golos e à "vitória gorda" então enganou-se. Porque a sua equipa não reagia como queria. Pagaria mais ainda pela sua apatia quando Coagica, que também  já passou pelo Caála, elevou a vantagem do Libolo para 3-1, aos 31 minutos, selando assim o marcador a favor da sua equipa que saiu da Vila de Caála a sorrir e a cantar vitória.