Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Libolo consegue triunfo apertado

12 de Março, 2017

Como lhe competia o Recreativo do Libolo venceu ontem em Calulo o Ngezi Star do Zimbabwe

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Recreativo do Libolo venceu ontem, em Calulo, o Ngezi Star do Zimbabwe, por 2-1, em jogo da primeira \"mão\" da segunda eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça da Confederação Africana de Futebol (CAF) e terá de meter-se agora a um trabalho árduo para, na segunda mão, defender a vantagem e, assim, grantir a passagem à outra etapa.

Os golos da equipa angolana foram marcados por Fabrício numa parida em que era espectável a vitória da equipa angolana que poderia mesmo vencer por três ou quatro golos a mais caso não desperdiçasse as oportunidades que teve.O desafio da segunda \"mão\" acontece no próximo dia 18, em Harare ( Zimbabwe), casa de um adversário que em calulo mostrou não ser uma formação  qualquer.

O Ngezi Star do Zimbabwe ainda não tem muitos jogos nos pés como se diz porque o campeonato no seu país está por  iniciar ao contrário do Libolo que já joga desde a abertura da época a 4 de Fevereiro .Mas ainda assim a formação forasteira mostrou que está já rodada e coesa.O Libolo, venceu é verdade, mas evidenciou algumas fragilidades que tem de corrigir, sobretudo na defesa, pois, na segunda parte a equipa visitante ainda marcou um golo invalidado pelo arbitro do jogo, o senhor Walington que considerou que o avançado Truwango estava em posição de fora de jogo.

O banco da equipa o Ngezi Star do Zimbabwe protestou pois considerou que o seu saiu de trás para a frente em posição legal. Por esta razão o Recreativo do Libolo, que sucedeu ao Bravos do Maquis do Moxico como detentor da Taça, e por esta via  ter gango do direito de ser o representante nacional na  Taça da Confederação Africana de Futebol (CAF), também conhecida por Taça Nelson Mandela, tem de orientar da melhor forma sua preparação no s sentido de não decepcionar, como aconteceu já com o afastamento do 1º de Agosto na Liga dos Campeões.

A turma treinada por Vaz Pinto dispõe sete dia para estudar as falhas que cometeu e os pontos fortes fo adversário e evitar um afastamento precoce da competição. Por este facto, os jogadores são obrigados a redobrarem os esforços nas sessões de treino para quando chegar o dia do jogo da segunda mão estarem em perfeitas condições . O golo adverário em Calulo tem peso. Por isso...


Selecção nacional
retoma preparação


A selecção nacional de futebol em sub-17, retoma nesta segunda-feira, os treinos visando o Campeonato Africano das Nações da categoria, a realizar-se em Abril próximo, no Gabão.

Os pupilos de Simão Languinha têm trabalhado, no estádio da Cidadela, a componente física, com vários exercícios, bem como aprimoram as transições defensiva e ofensiva.

O técnico salientou está a formar um conjunto bastante coeso, capaz de honrar as cores da bandeira nacional.

Angola participa no Campeonato Africano das Nações pela terceira vez, tendo a sua primeira aparição em 1997, no Botswana, e em 1999, na Guiné Conacry, nas quais não passou da fase de grupos.

Nesta sua terceira presença, a selecção nacional integra o grupo B, com o Mali, campeão em título, República do Congo e o Níger.

Estão às ordens de Simão Languinha os futebolistas Nsensani Simão, Evaristo Saquilombo, Capitão José, Ramiro Paulo, Bengino Beijamim, Euclides dos Santos, Miguel Daniel, Pedro Austino, Fiete dos Santos, Benedito Visock, Orlando Secali, Malasa Lumpine, Melono Dala, Gelson Mivu, Abílio Contreiras, Cláudio Viegas, Adalmiro Pacheco, Fernando Duarte, Tombi, Bito, Moisés e Armandinho-