Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Libolo encosta ao lder

Jorge Neto - 13 de Agosto, 2016

Libolenses ganharam

Fotografia: Vigas da Purificao

O campeão Recreativo do Libolo encostou-se ao líder do campeonato, o 1º de Agosto, ao vencer ontem o Benfica de Luanda, no estádio 11 de Novembro,  por 2-3, no jogo de abertura da 21ª jornada. Esteve em desvantagem em duas ocasiões, sem nunca cair no desespero, até sair a ganhar e a "sorrir" do estádio.

O desafio de destaque da jornada começou com maior pendor para a formação orientada por Zeca Amaral, que assumiu as despesas dentro do campo, com o objectivo de marcar o mais cedo possível.

Porém, as várias tentativas de colocar a bola no fundo da baliza de Landu não surtiram o efeito desejado, pois a pontaria dos avançados benfiquistas parecia pecar na eficácia.

Os libolenses vieram a capital do país com o objectivo de regressar às vitórias três jogos depois, pois nos dois últimos somaram uma derrota e um empate, por isso, sabiam que não podiam desperdiçar mais pontos sob pena de verem o 1º de Agosto no domingo a dilatar a vantagem na classificação.

Mesmo com essa motivação os campeões nacionais viram os benfiquistas a adiantarem-se no marcador aos 23´quando Borges apareceu livre de marcação no centro da área adversária e rematou sem dar hipóteses a Landu, após um pontapé de canto. O golo contou com uma apatia nada habitual da defesa libolense.

Quando se esperava pela supremacia dos pupilos de Zeca Amaral no desafio, deu-se precisamente o contrário. Foram os comandados de João Paulo Costa quem assumiram o jogo e encostaram as cordas a equipa da casa.

 Não tardou o golo do empate surgiu aos 31´atravé de um remate de fora da área sem hipóteses para o guarda-redes Fernando, num momento de grande inspiração do avançado Erivaldo, aproveitando um mau alívio da defesa das águias.

No reatamento as coisas aqueceram com mais três golos, o primeiro pertenceu aos benfiquistas que voltaram a adiantar-se no marcador aos 50´, por Macaia, de cabeça, antecipando-se aos seus adversários. A resposta não se fez esperar, e Luiz Phepllype resolveu o jogo com dois golos. O guarda-redes Fernando ofereceu dois brindes ao avançado brasileiro.

O primeiro aos 62´e o segundo aos 90+4 penalizando o erro dos encarnados da capital que nas duas ocasiões em que estiveram em vantagem optaram por recuar no terreno e explorar o contra-ataque, sem conseguir tirar partido desta opção.

Após o terceiro golo dos libolenses Gomito, capitão do Benfica de Luanda, foi expulso por supostas palavras ofensivas ao árbitro do encontro João Goma.


TÉCNICOS
Borges
Benfica

"Não era o que
pretendíamos"

"Naturalmente não era este o resultado que pretendíamos, mas temos de aceitar porque não conseguimos manter a vantagem que tínhamos no jogo. A nossa posição na classificação não é a que nós queríamos, por isso temos de continuar a trabalhar para conquistarmos mais pontos e subirmos mais alguns lugares na classificação".


João Paulo 
Libolo

"Aproveitámos
as oportunidades"

"Não fizemos um jogo pragmático, tivemos uma equipa a jogar bem e marcamos as oportunidades que tivemos. Fizemos um jogo bem conseguido e felizmente atingimos o nosso objectivo que era somar os três pontos. Os adeptos do Libolo podem continuar a esperar por essa atitude da equipa e que confiem no trabalho que temos vindo a fazer".