Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Libolo procura terceira vitria

J?lio Gaiano, no Lobito - 30 de Abril, 2017

O Recreativo do Libolo, em quatro jogos efectuados at ao momento, fora de portas, conseguiu duas vitrias,

Fotografia: Jos Cola

O Recreativo do Libolo, em quatro jogos efectuados até ao momento, fora de portas, conseguiu duas vitórias, obteve um empate e uma derrota. Marcou quatro golos, isto é, média de um por jogo e sofreu três golos.

No Lobito hoje diante da Académica procura chegar à terceira vitória, o que só acontecerá se tiver um ataque certeiro e uma boa muralha defensiva.

 O técnico do Recreativo do Libolo, Vaz Pinto, há dias  lamentou quarta-feira, na vila de Calulo, o empate da sua equipa, por 1-1, frente ao Interclube, em partida de acerto a 5ª jornada do Girabola Zap/2017.

O treinador não gostou da improdutividade dos seus avançados apesar de terem feito um bom jogo sem concretizar as oportunidades que criou.

\\\" Dominamos o jogo, mas não conseguimos alcançar o objectivo que eram os três pontos, por falta de concretização na baliza adversária”, disse  na altura o técnico que ao longo desta semana fez os seus jogadores corrigirem os erros, no sentido de no Lobito tudo dar certo.

O técnico sabe que a Académica do Lobito é um adversário que joga  muito fechada, que evita deixar a outra equipa chegar muitas à sua baliza da sua equipa.

O técnico frisou que a sua equipa trabalhou, de resto, no sentido de conseguir alcançar o maior número de vitórias no campeonato e alcançar os objectivos preconizados pelo clube, que passa pela conquista do campeonato, o que passa por uma vitória hoje.

Uma vitória hoje no Lobito acabará por ser um brinde especial para o presidente do clube, Rui Campos, que jantou, há dias, em Paris, com o recém-eleito Presidente da CAF, o melgaxe Ahmad Ahmad.

Ao que tudo indica, Rui Campos pode vir a ser o novo \\\"homem-forte\\\" da Comissão de Estratégia e Marketing da Confederação Africana de Futebol (área de capital importância em qualquer organização nos dias de hoje), o que poderá ficar definido em breve, aquando do Congresso extraordinário da entidade que rege o futebol Continental.

Na reunião, Ahmad Ahmad e Rui Campos abordaram, igualmente, alguns temas do interesse do futebol angolano e lusófono, naquele que é um dos seus maiores compromissos, bem como assuntos ligados ao funcionamento do próximo Comité Executivo (para o qual foi eleito) e em relação, igualmente, ao próximo Congresso da FIFA, a casa-mãe do futebol mundial.


Estudantes preparam o “Buraco”para sufocar visitantes de Calulo
Académica  está motivada para
evitar derrota frente ao Libolo


Com a ausência confirmada de Ibrahim (central) e de Ruben (médio), a formação da Académica Petróleos Clube do Lobito recebe hoje, a partir das 15h30, o Recreativo do Libolo, jogo pontuável para 12ª jornada do GirabolaZap2017, que vai  ter lugar no Estádio do Buraco.

O adversário a enfrentar é dos "pesos pesados" de que o GirabolaZap se pode orgulhar, pela performance que alcançou na campanha africana, nomeadamente, atingir a fase de grupos na denominada Taça Nelson Mandela.

Mas tal não assusta os intentos preconizados pela equipa técnica, atletas e membros da equipa lobitanga,  que esperam concretizar o" factor surpresa".

Em declarações à imprensa local, o técnico José Silvestre “Pelé” fez questão de confirmar isso mesmo. Na sua óptica, o facto do favoritismo recair na formação do Recreativo do Libolo, a sua equipa trabalhou com afinco, a pensar no confronto.

Vencer é o único pensamento, no seio do colectivo, que espera não mais ceder pontos em casa. O encontro de amanhã (domingo) promete fazer jus à condição de anfitrião. "Vamos defrontar uma equipa orientada por um técnico (Vaz Pinto) que conhece os cantos à casa. Os visitantes estão motivados, e não vão querer deixar os créditos em mãos alheias".

" Estamos preparados e precavidos para o que der e vier. Vamos contar com o apoio do público, por isso, nada há a temer, pelo contrário, galvaniza-nos", sublinhou.

"A rapaziada está motivada e espero que nos deixem jogar, e que vence o que melhor se apresentar em campo", acrescentou o técnico da formação lobitanga, para quem a sua equipa continua a fazer o seu campeonato dentro das limitações financeiras, e que tudo faz para  manter-se na fina-flor do futebol nacional.