Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Lder tem misso difcil

Betumeleano Ferr?o - 04 de Março, 2017

Formao do Palanca procura esta tarde manter pleno no Girabola

Fotografia: Jornal dos Desportos

A campanha do Kabuscorp do Palanca, no início do campeonato, contínua com aproveitamento 100 por cento vitoriosa, o que justifica a liderança destacada na prova. Esta noite, às 18h00, no Estádio dos Coqueiros, recebe o Sagrada Esperança com a ambição de alcançar a quarta vitória consecutiva, e cimentar a  posição no topo da classificação.

Os palanquinos estão a resolver bem o binómio exibição e resultado, mas vão enfrentar a equipa mais difícil de todas as que já enfrentaram, nas jornadas anteriores. Ninguém duvida, do bom momento, por que passa o Kabuscorp. O corpo técnico e o plantel sabem bem quanto têm de suar para dar mais uma demonstração de força competitiva.

A deslocação do Sagrada Esperança, a Luanda, pode ser coroada de êxito, se no mínimo empatar, já que apenas a derrota ia deixar os diamantíferos cabisbaixos. A equipa da Lunda Norte começou fulgurante o Girabola ZAP, vai tentar ser modesta contra o Kabuscorp, a diferença de qualidade pode impedir de arriscar tanto como o adversário.

O jogo entre palanquinos e diamantíferos promete ser emocionante, por causa da filosofia dos seus treinadores. As duas equipas têm estilos de jogos diferentes, cada uma vai esforçar-se por deixar a sua marca, nos Coqueiros.

O  rigor táctico de Romeu Filemon pode chocar com a dinâmica e a pressão que Ekrem Asman às vezes gosta de sujeitar os seus opositores.O campeonato está a correr conforme planeado, pela direcção, e  corpo técnico da equipa do Palanca. A estratégia do título está a resultar em pleno, com vitórias alcançadas dentro e fora de casa. Um triunfo sobre os lundas, aumenta a esperança dos palanquinos, porque a boa sementeira nas jornadas inaugurais, pode dar boa safra, no final do Girabola ZAP.

Mesmo sem fazer do título prioridade máxima, o Sagrada Esperança segue as peugadas do Kabuscorp do Palanca, venceu os dois jogos caseiros,  empatou um fora, registos que originam preocupação no seio do adversário. Ninguém, gosta de enfrentar uma equipa que mostre ter vocação de pontuar, em qualquer campo.

As duas equipas estão acostumadas a jogar em campos de dimensões reduzidas, como o dos Coqueiros.  O cumprimento e a largura do campo não é desculpa para nenhum dos antagonistas, quem se encolher no relvado vai ter de reconhecer a superioridade do adversário.


lateral palanquino
Faustino pode
estrear esta noite


O lateral esquerdo Faustino pode estrear esta noite com a camisola do Kabuscorp do Palanca esta época. Ausente do plantel principal devido a uma lesão contraída no estágio da pré-época ,em Benguela, o camisola 24 espreita uma oportunidade diante do Sagrada Esperança.Romeu Filemon que supriu a sua ausência com o recém- contratado Ebunga, reforço proveniente do Vita Clube da República Democrática do Congo e autor do golo da vitória  diante do Bravos do Maquis, na jornada anterior, tem mais uma opção para o sector defensivo.

Com a recuperação de Faustino a turma palanquina respira boa saúde para o encontro de hoje e espera manter na senda de vitórias e continuar a fazer o pleno na maior competição nacional, rumo a conquista do título nacional.

Em função da postura da formação palanquina nos jogos já disputados, não se espera grandes alterações no onze inicial para recepção aos diamantíferos um conjunto que vem galvanizado e procura contrariar o factor casa do adversário.O ambiente no Kabuscorp é dos melhores.

A equipa de Romeu Filemon tem aliada as boas exibições aos resultados positivos, adicionais que aumenta ainda mais a esperança em obterem um desfecho airoso.Precavidos para evitar qualquer dissabor o técnico advertiu ao longo da semana de preparação aos três sectores, a necessidade de manterem a concentração e espírito de entreajuda para evitar que o adversário crie dificuldades e faça das suas.    
Manuel Neto