Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Lundas ambicionam topo

10 de Fevereiro, 2016

Sagrada Esperana quer superar o dcimo lugar do campeonato passado

Fotografia: M. Machangongo

O Sagrada Esperança da Lunda Norte pretende classificar-se entre os sete melhores do Girabola Zap 2016. A pretensão foi manifestada há dias, no Dundo, pelo secretário-geral do clube José Ramos.

O responsável diamantífero falava à Angop, disse ser tarefa difícil, mas acredita na materialização pois considera existir no plantel atletas capazes, com realce para o guarda-redes  João e o defesa central Dénis (ambos ex-FC Bravos do Maquis) e o médio Trésor (oriundo do Sporting de Cabinda).

“Este ano não queremos lutar pela permanência, queremos inverter o quadro e ficar nos sete primeiros lugares”, referiu e sublinhou ter assegurado o mínimo financeiro para a realização da prova, sem no entanto revelar verbas.

O Sagrada Esperança ocupou o 10º lugar na época transacta com 37 pontos, cumpriu até segunda-feira  em Windhoek um estágio pré-competitivo com vista as provas em que vai estar engajado este ano, nomeadamente, o Girabola Zap, Taça de Angola e a Taça da Confederação.

Os diamantíferos realizaram oito jogo de controlo, um com o Progresso do Sambizanga na segunda final do quadrangular de duas Nações, em que sagrou-se vencedor ao derrotar os sambilas, por 5-4, na transformação de grandes penalidades.

Nos oitos jogos disputados, os lundas venceram cinco, empataram um e perderam dois. As vitórias foram com o Yona África (2-0), Orlando Pilartes (2-0), Black África (1-0), Tura Magic (2-1) e África Star ( 2-0), empataram com o Progresso do Sambizanga (1-1) e foram derrotados pelo Tura Magic (1-0) e pela Universidade da Namíbia (1-0).