Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Luta pela manuteno encerra campeonato

Betumeleano Ferro - 05 de Novembro, 2016

Coqueiros ou 22 de Junho pode testemunhar o cair da terceira equipa para a segunda diviso

Fotografia: Nuno Flash

O suspense, quanto ao acompanhante do 1º de Maio de Benguela e do Porcelana do Cuanza Norte para a descida  à segunda divisão, termina no final do ASA - 4 de Abril e o Interclube - Académica. Os polícias jogam um papel decisivo nesta disputa, se marcarem  cedo e fugirem no resultado, é possível que o ASA e o 4 de Abril apanhem a boleia, e façam um acordo de cavalheiros nos Coqueiros.

A possibilidade, do Interclube influenciar no campeonato da despromoção, existe, mas também é verdade que o ASA e o 4 de Abril têm de fazer a sua parte, para aproveitar qualquer ajuda inesperada, proveniente do Rocha Pinto. Os aviadores têm de vencer, esta é a única forma de fugir à despromoção, a primeira da sua história, o 4 de Abril só precisa de um empate para selar a permanência.

Problemas financeiros forçaram o ASA e o 4 de Abril a esperar, até à última jornada, para decidirem a manutenção no Girabola ZAP. Ninguém, da direcção dos dois clubes aflitos, tem a garantia  de que o dinheiro vai ser abundante com a permanência na primeira divisão, pelo que cabe aos atletas resolverem em campo, e esperar a gratificação que pode tardar em chegar.

As incidências do ASA - 4 de Abril dividem a Académica do Lobito, os estudantes dependem de si,  têm de fazer o impossível para não perderem com o Interclube. A pressão está com Chiby e pupilos, a equipa lobitanga precisa de pensar em si, fez um grande esforço para fugir do mar agitado e ...morrer na praia?

O 1º de Maio de Benguela  despede-se em casa do Girabola Zap, uma vitória sobre o Clube Recreativo da Caála (CRC) é insuficiente para curar a ferida dos proletários. A estrela vermelha não apareceu no campeonato, os adeptos andam cabisbaixos com o novo eclipse, são capazes de perder a cabeça em caso de novo desaire com o favorito CRC.

O Porcelana também encerra o campeonato perante os seus adeptos, o Sagrada Esperança é um adversário difícil de ultrapassar, mas a ambição de terminar com dignidade deve estar presente na equipa de Sarmento Seke.

A desgraça bateu muito cedo à porta do Porcelana, a recuperação que a equipa tentou   em nada resultou, porque a descida de divisão acabou por acontecer. O Sagrada também viveu momentos de turbulência, até agora ninguém sabe se Zoran Maki ainda é o treinador, mas teve pernas para reabilitar-se sem ajuda, e esta tarde, no Estádio dos Dinizes, pode fechar o campeonato com vitória.