Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Luta pela sobrevivncia agita a cauda

Teixeira Cndido - 30 de Setembro, 2015

Desportivo da Hula metido na confuso das equipas que lutam pela sobrevivncia

Fotografia: Paulo Mulaza

São oito equipas que disputam a sobrevivência, incluindo o glorioso Petro Atlético de Luanda, o campeão dos campeões do Girabola. Os tricolores estão metidos na "teia de areia", mas não ocorre a ninguém ver essa equipa na Segunda Divisão, por todas as razões.

Hoje à tarde, no estádio do Dande, o Petro de Luanda tem tarefa facilitada na 28ª jornada do campeonato, ou seja, é favorito no duelo diante do lanterna vermelha Domant FC, com quem jogou e goleou (3-0), na semana passada, para a Taça de Angola.

Com base nisso, são afastadas as possibilidades de descida de divisão, razão pela qual o Petro de Luanda não entra nestas contas. Para a luta, estão o Atlético Sport Aviação (ASA), Sagrada Esperança, Sporting de Cabinda, FC Bravos do Maquis, Progresso do Sambizanga, Recreativo da Caála, Académica do Lobito e Desportivo da Huíla.

Essas três estão melhores colocadas para a fuga desse turbilhão, tem pela frente nove pontos e precisam de quatro e três, para o Desportivo da Huíla.

A situação mais complicada é a do ASA, do Sporting de Cabinda e do FC Bravos do Maquis. Os maquisardes são os principais candidatos à despromoção, falta saber a terceira equipa. Próximo dessas duas equipas, estão ainda três, Sporting, Sagrada Esperança e o Atlético Sport Aviação.

A julgar pela posição que ocupam e diferençaçpontual, acreditamos após o fecho desta jornada o quadro pode estar definido.