Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Maquis apresenta Zaca Amaral

Daniel Melgas, Luena - 22 de Março, 2017

Antigo treinador do Benfica de Luanda substitui João Pintar no comando da equipa desde 2013

Fotografia: Paulo Mulaza

O novo treinador do FC Bravos do Maquis, Zeca Amaral, vai ser apresentado hoje, no Luena, aos sócios, adeptos e à população local, após a assinatura oficial do contrato por um ano, e outro de opção, para orientar a equipa maquisard até ao final da época futebolística de 2017. 

A contratação de Zeca Amaral,  que substitui João Pintar da Silva, é um regresso à casa, pois o antigo treinador do Benfica de Luanda orientou a equipa do Moxico,  tendo alcançado a melhor posição num Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão, Girabola, o inédito terceiro lugar em 2013.

A direcção presidida por Manuel Quitadica “ Docas”, entre as exigências feitas a Zeca Amaral, destaca-se a permanência no Girabola Zap, fixar o Maquis entre as oito melhores equipas, embora, o presidente do clube dissesse haver outras condições a  negociar  após novo contacto com o treinador.

“Estamos em conversas muito adiantadas com o professor Zeca Amaral. Na quarta-feira, podemos voltar juntos ao Luena para ser apresentado em conferência de imprensa”, disse aos jornalistas no final do jogo, Maquis - Académica do Lobito, 3-1, disputado no domingo, no Moxico, e mais  acrescentou que o treinador “vai ficar por um ano, e outro de opção. A nossa exigência é simplesmente a manutenção, atingir o sétimo ou oitavo lugar”.

Até à data da contratação, Zeca Amaral, que é também presidente da Associação dos Treinadores de Futebol de Angola (ATEFA) e ex-seleccionador nacional de honras, encontrava-se a dirigir o projecto de formação no clube Benfica de Luanda.

A direcção do FC Bravos do Maquis, segundo o presidente Manuel Quitadica, afastou  o treinador João Pintar devidos aos mau resultados. De acordo com o responsável máximo da direcção maquisard, a rescisão foi amigável, uma vez que o antigo técnico não estava a cumprir as metas traçadas para o Girabola Zap 2017. 

“Conversamos com o treinador João Pintar da Silva, que fez bom trabalho, infelizmente, não alcançou resultados suficientes para aguentar o barco,  deixa o comando técnico de forma amigável, por maus resultados”, confirmou Docas ao “chicotear” o 16º técnico do Maquis.

Manuel Quitadica informou, igualmente, que a intenção da direcção do Maquis era conquistar 12 a 13 pontos, até agora no campeonato, quando estão disputados sete jornadas, porém, reconhece que o futebol é assim, é mau perder em casa, e promete melhorar nas restantes 23 rondas.

João Pintar da Silva, 49 anos de idade, substituiu Alberto Cardeau, após a equipa descer de divisão em 2015. Orientou a formação na segunda divisão, e “devolveu” o FC Bravos do Maquis à primeira divisão. Deixa a equipa na oitava posição, com oito pontos na tabela de classificação do Girabola 2017, fruto de duas vitórias, três derrotas e dois empates.

INTERCLUBE
Moco pára
três semanas

Moco, ponta de lança do Interclube vai  estar  ausente dos relvados  nas próximas  três  semanas, devido a lesão. O melhor marcador dos polícias da época passada, lesionou-se nos treinos, por isso, é uma carta  fora do baralho do técnico Paulo Torres, para os próximos  compromissos.

Para o técnico  dos polícias, a lesão do goleador  é uma situação normal . "Moco sofreu uma entorse no pé direito,  e por isso,  não deve  treinar nas próximas  três  semanas, por ter  o pé imobilizado. Depois, vamos  ver quanto  tempo vai ter  para a  recuperação do atleta", salientou o treinador .

Moco, ainda não fez o "gosto  ao pé", tem o objectivo de elevar a  produção no corrente Girabola,  na época passada, ficou  em quinto lugar na lista dos melhores marcadores  com 5 golos. Embora seja o melhor marcador da sua equipa, o jogador de 28 anos de idade ainda  não marcou golo algum, mas é um atleta  fundamental  na manobra ofensiva  dos polícias.

 Na quarta jornada,  viu a cartolina amarela por duas vezes, e consequentemente, o  vermelho. Ficou de fora  no desafio com o Progresso  do Sambizanga. Em função disso, também não defrontou o 1º de Maio, nem o Progresso da Lunda Sul. O jogador, no começo da segunda volta  do Girabola Zap de 2016, já  ficou  de fora devido  a uma  lesão no joelho. 

MÉDIO KILOY

Outro  atleta,  que também está a contas  com uma lesão, é o médio ofensivo Kiloy. O Jogador transferiu-se  esta temporada  do Benfica  de Luanda  para o Interclube, sofreu  uma distinção  muscular e foi obrigado a parar, após a quarta jornada. "O problema  de Kiloy é muito mais fácil, teve um problema muscular, por isso, decidimos que  parásse.

O tratamento está na parte final, e  acredito, brevemente, volta a trabalhar com o plantel", disse o técnico principal dos polícias, Paulo Torres. O Interclube ocupa a sexta posição na tabela de classificação, com 10 pontos, e na próxima jornada defronta o ASA no estádio dos Coqueiros.
VK