Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Maquis e ASA adiam jogo da 2 jornada

Augusto Panzo - 01 de Novembro, 2018

Fotografia: Edies Novembro

O jogo entre as equipas do Atlético Sport Aviação (ASA) e o FC Bravos do Maquis, referente à segunda jornada do Girabola Zap 2018/2019, que estava agendado para  sábado, 3, sofreu uma alteração na sua data de disputa, devendo, pelo facto, só ser realizado a 17 do corrente, soube o Jornal dos Desportos, do treinador da formação aviadora, José Dinis.
\"O nosso jogo com o FC Bravos do Maquis já não será neste sábado, dia 3 de Novembro, como estava previsto. Foi-nos comunicado de que o mesmo ficou adiado para o próximo dia 17 de Novembro, a pedido da direcção do FC Bravos Maquis\", salientou o treinador do ASA. O técnico disse não conhecer as razões do adiamento, visto que isto ultrapassa a sua pessoa, pois, as negociações do género, são tratadas apenas entre as partes administrativas de cada clube. 
\"Não sei de concreto o que está na base do adiamento. Simplesmente, posso informar-lhe de que a direcção do FC Bravos do Maquis solicitou à sua congénere do ASA, o adiamento do jogo. Aliás, pela experiência que carrego nessas andanças, situações do género só funcionam entre as partes administrativas, que, por sua vez, comunicam às equipas técnicas\", revelou José Dinis.
Quanto às consequências que disto podem advir, o treinador do ASA mostrou-se tranquilo, pois, acha que ainda vai aproveitar o tempo, para corrigir os erros constatados no jogo da primeira jornada, diante do Sagrada Esperança da Lunda Norte.
\"Na minha óptica não vejo nenhum constrangimento, por causa desse adiamento. Antes pelo contrário, vejo isso com agrado, na medida em que esse período de tempo vai permitir, que possamos fazer as correcções dos erros cometidos no jogo da primeira jornada\", disse a concluir José Dinis.
José Dinis é treinador da equipa do ASA pela segunda vez, de forma intercalada, depois de ter já passado pelo clube do aeroporto entre nos anos 2006 e 2011, quando rendeu o seu compatriota Manuel Fernandes.