Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Mdio Carlinhos est nas "nuvens"

Paulo Caculo - 03 de Maio, 2016

Camisola 16 elogia nvel competitivo da presente edio do Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Diviso

Fotografia: Jos Soares

O jovem Carlinhos, médio polivalente do Petro de Luanda, confessou numa recente entrevista concedida ao nosso jornal, estar extremamente convicto de que um dia pode atingir o profissionalismo. O jogador afirmou que caso o sonho seja um dia realizado, gostava muito que fosse no campeonato inglês, a conhecida Premier League.

"Se tivesse de escolher um campeonato na Europa preferia na Inglaterra, pelas grandes condições que as equipas proporcionam aos jogadores e sobretudo, pelo nível do campeonato que é muito disputado", adiantou-se a justificar o camisola 16 dos petrolíferos e assegurou  desejar que tudo aconteça com naturalidade, sem pressas.

"Quero primeiro crescer como futebolista. Acho que tenho conseguido ao poucos fazer o meu trabalho e tudo quanto tenho recebido de orientação dos mais velhos", acrescentou.
Aos 21 anos de idade, Carlinhos acredita ser normal pensar em atingir altos patamares na carreira, garante ser sonho de qualquer futebolista.

"Se fizeres a mesma pergunta a qualquer outro jogador da minha idade, de certeza que vai responder da mesma forma, como eu. Todo o jogador quer jogar na Europa", assegurou o talentoso promissor do conjunto às ordens de Beto Bianchi, um dos jovens com maior número de presenças entre os titulares.

"Sinto-me melhor a jogar na posição onde cresci, onde os técnicos da formação me deram a base, que é na posição de médio centro ou atrás do avançado, mas também posso jogar nas outras posições, como médio defensivo.

Tenho aprendido mais, com o treinador. Já fiz três golos e quero fazer mais, porque espero sempre fazer mais, fruto do trabalho. Às vezes, as pessoas quando me abordam na rua querem logo saber se vou marcar, digo apenas que vou trabalhar para tentar fazer melhor, que no jogo anterior", disse o jogador, à propósito das funções que lhe são incumbidas na equipa.

Segundo ainda Carlinhos, o mais importante nesta fase da sua curta mas promissora carreira é afirmar-se como jogador na equipa do Petro, superar barreiras, ajudar nos objectivos do grupo e justificar os créditos que o habilitam como um jovem futebolista habituado a exibir-se ao mais alto nível.

O jogador disse que se assiste a um Girabola Zap muito disputado, mas sobretudo com grandes surpresas. Diz estar a ser um campeonato muito diferente da época passada, a julgar pelo facto  deste ano equipas antes tidas como meras animadoras estarem a discutir os lugares de topo, ao lado de habituais candidatos ao título. Carlinhos cita, por exemplo, o Desportivo da Huíla como uma das grandes surpresas da presente edição do principal campeonato de futebol do país.

REGISTO
Petro de Luanda
imbatível em casa 


O triunfo alcançado pelo Petro de Luanda na sexta-feira no jogo frente ao Kabuscorp do Palanca, referente à 10ª jornada do Girabola Zap 2016, confirmou a condição dos tricolores de equipa imbatível até ao momento, nos jogos disputados em Luanda.

Em dez jornadas, seis das quais disputadas na capital do país, cinco na condição de visitado, a equipa de Beto Bianchi venceu quatro e empatou um desafio, facto que  proporciona a situação  confortável.

Fruto do bom percurso que protagonizam, os tricolores estão hoje elevados a segundo colocados do campeonato com 20 pontos, a quatro do líder 1º de Agosto. A provar a boa fase do Petro de Luanda estão os 13 pontos nos jogos realizados em casa, contra os sete amealhados no terreno dos adversários.

De resto, esta manhã o conjunto do Eixo Viário regressa aos treinos no Catetão, a pensar no desafio diante do Interclube, a contar para a 11ª jornada. O facto do jogo ser no Estádio 22 de Junho, em Luanda, serve de também alento para os petrolíferos, dado o bom registo nos desafios disputados na capital do país.
PC