Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Militares arrumam diamantferos

12 de Abril, 2015

Com exibio de luxo o 1 de Agosto alcanou a terceira vitoria consecutiva ao vencer ontem no Estdio 11 de Novembro o Sagrada

Fotografia: M. Machangongo

Com exibição de luxo o 1º de Agosto alcançou a terceira vitoria consecutiva ao   vencer ontem no Estádio 11 de Novembro o Sagrada Esperança,  por 2-0, com golos de Ben Troure e Mingo Bile.

Os militares que vêm subindo de rendimento jogo após jogo, tomaram logo conta do jogo com a intenção de marcar logo nos primeiros minutos de jogo. E quase conseguiu quando pois as cinco minutos Ary Papel recebeu um passe de Mingo Bile na grande área tentou fintar o guarda redes  Lokua e perdeu a bola.

A onda ofensiva dos militares continuava, numa altura que o Sagrada Esperança pouco ou quase nada fazia para contrapor o seu adversário.  Aos 17' Gelson assistiu Ben Troure que na grande área não conseguiu bater o guarda-redes.

A partir deste do minuto 20' os lundas não se intimidaram e a  começaram  atacar mais a baliza de Tony Cabaça. E Foi nesta subida no terreno do Sagrada Esperança que os militares aproveitaram  para fazer os seus golos.

Aos 36' os militares o por intermédio de Ben Troure, que numa jogada de contra ataque tirou guarda redes do caminho e caiu, mas ainda teve tempo de levantar e rematar para fundo da baliza.

Com este golo os militares cresceram mais. E três minutos depois Mingo Bile marca o segundo golo do 1º de Agosto  depois de uma grande assistência de Ary Papel, que nesta tarde esteve imparável. O resulta na primeira parte sai favorável aos militares.

SEGUNDA PARTE
O Sagrada Esperança reapareceu com outra dinâmica e passou a encarar o jogo com outros olhos. Passou mais vezes a atacar a baliza militar e bem podia chegar ao golo, quando Fatite assistiu Lulas e este de cabeça rematou ao lado da balizas adversária.

Embora os lundas tivessem outra visão de jogo, foi o 1º  de Agosto que continuou a mandar no jogo. Ben Troure, Ary papel e Gelson fartavam-se de falhar. Depois de algumas mudanças  feitas por Francisco Moniz , nos últimos 20 minutos, o Sagrada Esperança  comandou o jogo. Pena foi a equipa não ter conseguido marcar o golo de  honra.

A equipa de arbitragem, liderada por Conceição Matias, esteve a altura do desafio sem qualquer influência no resultado. Disciplinarmente esteve bem.

DECLARAÇÕES

Filipe Zanza
Técnico do 1º de Agosto - “Vamos manter o ritmo"

 "Valeu  pelo resultado. Criamos boas oportunidades. E conseguimos  marcar dois golos. Na segunda parte ao estivemos muito bem . Foi um bom jogo onde o adversário procurou empatar mais felizmente conseguimos vencer. Vamos manter o ritmo e melhorar jogo após jogo"


Francisco Moniz
Técnico do Sagrada - "Tivemos algumas falhas"

 "Não  estivemos bem na primeira parte, tivemos algumas falhas  que resultou nos dois golos. Já na segunda parte  fizemos melhor e se o resultado fosse o empate estaria muito bem. Vamos continuar a trabalhar para que no próximo jogo possamos fazer melhor".