Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Militares chegam mais cedo Mbabane

JORGE NETO - 10 de Maio, 2018

O conjunto suazi empatou a um golo fora de portas, diante do Zesco United da Zmbia, resultado que coloca as quatro equipas com o mesmo nmero.

Fotografia: M. MACHANGONGO | EDIES NOVEMBRO

A equipa do 1º de Agosto viaja amanhã para o eSwatini, a fim de defrontar no dia 15 a formação do Mbabane Swallows local, desafio referente à segunda jornada da série D, da 22ª edição da Liga dos Clubes Campeões Africanos.
Os militares programaram chegar mais cedo ao local do jogo, com o objectivo de se ambientarem ao clima e a todas às incidências da partida. Com o regresso previsto para logo depois do desafio, a disposição do grupo deve surpreender o adversário.
Depois do empate a um golo na estreia, no Estádio 11 de Novembro, diante do Étoile Sportive du Sahel da Tunísia, a equipa orientada pelo sérvio Zoran Maki concentra todas as atenções na segunda partida, que tem como prioridade máxima pontuar.
Em função disso, os rubro - negros adiaram o jogo do final de semana com o Sagrada Esperança da Lunda - Norte, pontuável para a 14ª jornada e penúltima da primeira volta do Girabola Zap.
No que toca a preparação, os jogadores mantém a motivação e a confiança na obtenção de um resultado positivo. O facto de competir na maior prova do futebol nacional, é um aditivo para o grupo de trabalho que  se esmera para dignificar as cores do clube.
Imbuídos do espírito de união e conquista, o plantel do 1º de Agosto alia o profissional e a confiança como factores determinantes para superar os obstáculos que advenham. Nas sessões de treino que antecederam ao embarque, os atletas deram o máximo para garantir uma vaga entre os eleitos que seguem viagem amanhã para Mbabane. O despique para merecer a confiança da equipa técnica à entrarem no onze inicial, é a nota dominante.
Foi visível ao longo dos treinos a entrega de todos, sem excepção, para mais uma árdua missão. Orgulhosos por fazerem parte de uma competição com grande visibilidade, o objectivo é não decepcionar.
Corrigir os erros cometidos diante dos tunisinos é o grande objectivo dos militares, que apesar disso, preparam este desafio de forma diferente, pois, jogam em casa alheia frente a uma equipa motivada com o empate imposto ao adversário na ronda passada. Todavia, a formação orientada por Zoran Maki não prevê entregar a iniciativa de jogo ao opositor, embora, essa tendência possa acontecer durante a partida. A palavra de ordem é disputar os três pontos até as últimas consequências.
O conjunto suazi empatou a um golo fora de portas, diante do Zesco United da Zâmbia, resultado que coloca as quatro equipas com o mesmo número de pontos no grupo D, e esta jornada pode começar a definir os candidatos mais fortes a seguir em frente na competição.

PLANTEL
Natael aumenta
leque de opções


Depois de falhar a estreia, na fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos, por lesão, o lateral esquerdo Natael pode ser opção na equipa do 1º de Agosto para o jogo com a formação do Mbabane Swallows da eSwatini
O defesa militar recupera de uma entorse no tornozelo esquerdo e os sinais são positivos. Os médicos da equipa acreditam que até ao dia do jogo o atleta pode estar em condições de ajudar a equipa, casa seja opção técnica.
Natael dá mostras de contribuir neste e noutros jogos, por isso, cumpre à risca com as orientações do fisioterapeuta, que acredita na força e no querer do atleta a recuperar.
A equipa técnica chefiada pelo sérvio Zoran Maki opta por gerir o plantel para as duas competições em que está envolvida, Girabola Zap e Afrotaças, daí, que altera quase sempre alguma coisa na colocação das "peças".
Paizo que alinhou diante do Étoile Sportive du Sahel da Tunísia, anulou as jogadas ofensivas projectadas pelo adversário na sua zona de jurisdição, deve merecer a confiança dos técnicos para o embate.
Caso Natael recupera à tempo de defrontar os suazis, os campeões nacionais devem ter duas opções de escolha para alinhar de início na terça-feira. Em relação aos restantes jogadores não existem grandes preocupações.
JN