Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Militares da Regio Sul tm a moral em alta

Morais Canmua - 12 de Maio, 2016

Desportivo trabalha com o propsito de regressar s vitrias na recepo a Acadmica

Fotografia: Aro Martins, no Lubango

Com a moral em alta, o Desportivo da Huíla prepara ao pormenor a recepção a Académica do Lobito com grande apetência de somar três pontos e relançar a sensacional campanha no Girabola Zap 2016.

A equipa trabalha com intensidade os aspectos de finalização, sem descurar o aprimoramento da componente técnica e táctica, com as transições e recuperações rápidas, factores importantes para criar oportunidades de golo.

Os militares da Região Sul estão prevenidos e não querem ser surpreendidos, reconhecem que o adversário está a realizar boas exibições e que têm alcançado resultados aceitáveis, desde que a equipa técnica assumiu o comando.

Depois das duas derrotas consecutivas e um empate nos últimos três jogos, o técnico Ivo Traça afirmou que a partir de agora a equipa tem obrigação de vencer, porque para ele jogar frente as equipas do seu campeonato, traduz o propósito de ganhar.

"O respeito ao adversário é fundamental", porque em sua opinião  " a académica é aguerrida e pode criar-nos muitos problemas aqui, em nossa casa", alertou ao plantel.

Em 12 pontos possíveis, nos últimos quatro jogos, a equipa somou dois. Empate, diante do Petro de Luanda, na oitava jornada, no Lubango e na 11ª ronda, com  a equipa do 4 de Abril do Cuando Cubango.

A derrota na nona jornada, de forma copiosa diante do Benfica de Luanda por 4-0 e depois com o 1º de Agosto, desta feita por 2-1, na ronda seguinte, não abalou tanto o plantel que levantou a cabeça e está consciente que pode fazer mais e melhor.

Mesmo com a safra magra, Ivo Traça considera que o melhor está ainda por vir. O técnico aposta na conquista dos três pontos no jogo deste final de semana diante dos estudantes do Lobito, aquém pensa "reprová-los" e relançar a campanha.

"Vamos lutar para conquistarmos os três pontos que serão muito importantes para nós nesta fase da prova", disse confiante numa boa prestação dos seus atletas, a julgar pela entrega dos mesmos na preparação.

Apesar de estar satisfeito com o desempenho dos atletas mais utilizados, o treinador pode operar algumas mexidas em razão do leque alargado de jogadores indisponíveis,  por isso, pensa lançar outros que julga poderem "oferecer garantias para que alcancemos os nossos objectivos", sublinhou.

PREPARAÇÃO
Plantel aprimora aspectos tácticos


O aprimoramento dos aspectos tácticos parecem ser uma preocupação permanente do técnico do Clube Desportivo da Huíla, que no domingo recebe as 15h00 no Estádio do Ferroviário da Huíla,  a Académica do Lobito.

O técnico Ivo Traça sabe que os estudantes vêm com a lição bem estudada e dispostos a contrariar o favoritismo dos donos de casa, mas ainda assim, assume que "vamos contrariar a apetência do nosso adversário e somar mais três pontos para cimentar a nossa posição na tabela classificativa", destacou.

Durante os trabalhos de preparação que decorrem desde terça-feira, os militares da Região Sul insistem no aprimoramento dos aspectos tácticos para evitar quaisquer dissabores, "Temos de ter muita disciplina táctica para lograrmos vencer o jogo", assumiu.

Para ele, jogar de forma continuada, subir pelas alas, mas sem descurar as preocupações defensivas, dada a rapidez com que o adversário faz no contra-ataque. "Estas serão as nossas principais preocupações".

A onda de lesões que assola o plantel preocupa as hostes do CDH. Com mais de seis jogadores influentes no 'estaleiro' e com possibilidades de falharem o jogo, a equipa técnica pensa em possíveis substitutos.

 Dos prováveis indisponíveis, saltam à vista, Elísio,  Kembwa, Elias, Chiwe, Bruno e Tchitchi todos lesionados e podem falhar o desafio com a Académica do Lobito.
Caso se confirme a ausência desses atletas, Ivo Traça deve recorrer à outros jogadores disponíveis,  como são os casos do defesa central Bonifácio, o atacante Bebucho e os médios Yuri, Cassinda e Severino.