Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Militares dão volta aos Lundas

07 de Maio, 2017

O golo de Vado garantiu ao 1º de Agosto a liderança, à condição, pois o Sagrada Esperança, com 28 pontos, apenas joga hoje à tarde, no 11 de Novembro, diante do Petro de Luanda.

Fotografia: José Soares | Edições Novembro

O 1º de Agosto teve força e foi competitivo para superar a desvantagem que tinha no marcador, durante 77 minutos, no jogo de ontem, no estádio das Mangueiras, em Saurimo, diante do Progresso da Lunda Sul, equipa que marcou o golo aos 9´, por intermédio de Hervé Ndonga.

Rambé e Vado, aos 86´e 90+2´, foram os obreiros do triunfo dos militares, que não só conseguiram os três pontos, como também honraram, como prometido, a sua antiga estrela e treinador dos escalões de formação e ex-adjunto da equipa de seniores, António Barbosa, falecido na passada quarta-feira, em Luanda, por doença. 

Os lundas não souberam tirar proveito da vantagem conseguida muito cedo na partida. Mesmo com os militares pouco acutilantes, a equipa de Albano César  optou por fazer jogo passivo, queimando tempo, ao invés de procurar engordar o marcador. Quem agradeceu foi o 1º de Agosto. Com o tempo a correr célere, os militares acreditaram que poderiam dar volta ao texto e conseguiram. O cabo-verdiano Rambé, aos 86´, tratou por marcar o golo do empate.
 
O empenho dos militares no jogo terreno do adversário acabou coroado no minuto 90+2´, quando o extremo Vado, com um toque com o peito, respondeu da melhor forma ao cruzamento de Guelor.  O golo de Vado garantiu ao 1º de Agosto a liderança, à condição, pois o Sagrada Esperança, com 28 pontos, apenas joga hoje à tarde, no 11 de Novembro, diante do Petro de Luanda.