Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Militares e polcias empatam no teste para capacitar atletas

Jorge Neto - 18 de Novembro, 2019

Empate a duas bolas foi o resultado do jogo de sbado entre 1 de Agosto e Interclube

Fotografia: Jos Cola | Edies Novembro

Um saldo de quatro golos, repartidos em dois, para cada lado, foi o resultado do desafio amistoso disputado, no sábado, no Estádio França N\'dalu, entre o 1º de Agosto e o Interclube, com o objectivo de aproveitar a pausa que se regista no Girabola Zap 2019/2020. Os golos foram apontados por Ary Papel e Bonifácio  pelos rubro - negros, enquanto Pedi e Coxe, marcaram pelos visitantes.
Embora, o resultado não estivesse em causa, foi notória a entrega dos atletas dos dois lados na procura da vitória, aliás, tem se dito que nem a feijões ninguém gosta de perder, assim, foi com essa determinação que polícias e militares se bateram.
O que jogo serviu para dar rodagem competitiva aos dois conjuntos, pois, foi visível a forma como os atletas menos utilizados dos dois planteis se entregaram em campo, em busca de uma oportunidade no onze inicial, ou no mínimo, nos dezasseis.
A equipa técnica militar, que tinha concedido férias de cinco dias aos atletas, aprovou a forma como a equipa se portou no único amistoso disputado no interregno que se regista no campeonato nacional.
Ontem, os tetra - campeões nacionais regressaram aos treinos, com uma sessão de recuperação. Segundo o programa a que tivemos acesso, para a semana derradeira antes da deslocação a Calulo,  como o grupo completo, a preparação vai incidir no esquema táctico para contrariar a mais valia do Libolo.
Para esse jogo, na trincheira militar a precaução está a ser  redobrada, pois, a equipa orientada por André Makanga vem de um percurso excelente, aliado ao facto de ainda não perder em casa, esta época. Joga ainda a desfavor do 1º de Agosto o facto de nunca ter vencido no Estádio de Calulo.
De resto, digerida que está a derrota com  o arqui-rival, Petro de Luanda, na ronda anterior, o técnico Dragan Jovic e pupilos têm consciência da importância de regressarem às vitórias. Uma eventual derrota pode perder a liderança da competição para os petrolíferos, em função da diferença de um ponto que os separa na classificação.