Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Militares ganham posio na tabela

Jorge Neto - 24 de Setembro, 2015

Militares encaram prximos desafios como finais para manter ainda a esperana do ttulo

Fotografia: Jornal dos Desportos

Numa altura em que o Girabola caminha para  o término, cresce a expectativa e o interesse na maior prova do futebol nacional. O despique no top, e na zona de despromoção, centralizam as atenções. O 1º de Agosto depois de um período titubeante, atingiu na jornada 26 a sua melhor posição, esta temporada na prova. O segundo lugar, permite aos militares pressionarem o líder e manter vivo a pretensão da conquista do título, apesar de   dependerem de terceiros.

A diferença de sete pontos, já existia na jornada  25ª, mas os rubro - negros ocupavam o quarto lugar à condição, em função do Kabuscorp do Palanca ter jogado e vencido um dia antes o Petro de Luanda. Contribuiu para a ascensão dos pupilos do bósnio Dragan Jovic, a derrota do então segundo classificado, o Benfica de Luanda, na deslocação ao terreno do Recreativo da Caála, que lhes permite observarem melhor o líder.

Os sete pontos que os separam, ainda não criam grandes pressões ao campeão nacional, mas aumenta a motivação do segundo classificado para  acreditar nos seus objectivos no campeonato, que passam pela conquista do título, já que estão arredados da Taça de Angola. O mau arranque da formação do rio seco, esta época, é apontado nas hostes do clube como o principal factor, que obriga a equipa a depender nesta altura de terceiros, para atingir o desiderato.

Os militares começaram o campeonato com o "pé esquerdo", ou seja, com  três derrotas seguidas e um empate. Ganharam o primeiro jogo só na sexta jornada diante do Domant FC do Bengo por 2-0.   Em função das competições africanas, em que tanto o 1º de Agosto (Taça da Confederação) como o Recreativo do Libolo (Liga dos Clubes Campeões) estiveram envolvidos, as duas equipas acordaram adiar o jogo entre si da primeira jornada, para disputarem passadas algumas rondas.

Isso fez com que a estreia dos agostinos, acontecesse na segunda jornada, numa deslocação ao Lobito onde "caiu" no estádio do Buraco diante da Académica por 2-0.  Na jornada seguinte voltou a perder frente o FC Bravos do Maquis por 3-2, no estádio Mundunduleno. A malapata dos pupilos de Dragan Jovic continuou no dérbi frente ao Kabuscorp, em que foi derrotado por 1-0, no estádio 11 de Novembro. Os militares conseguiram o primeiro ponto na prova na quinta jornada, no empate nulo diante do Desportivo  da Huíla, no estádio da Tundavala.
Jorge Neto

NAS BANCAS
Mateus Galiano
encanta adeptos

O avançado Mateus Galiano, realizou no jogo frente ao Interclube, uma das melhores exibições esta temporada na formação do 1º de Agosto.  Depois de marcar os dois golos que ditaram a vitória dos militares, na recepção aos polícias, com uma excelente exibição, o jogador recebeu fortes elogios da exigente massa associativa rubro -negra. Foi a primeira vez que o atacante consegue o feito com a camisola agostina, numa altura em que faltam quatro jornadas para o final do Girabola e o jogador também está em fim de contrato.

Os dois golos e a exibição feita pelo experiente jogador, que fez toda a sua carreira em Portugal e actua no campeonato nacional  pelo segundo ano, ganhou  aplausos dos adeptos no momento em que foi substituído pelo jovem Gogoró, já no período de compensação, em jeito de agradecimento pela atitude que teve em campo.

O atacante, já envergou a braçadeira de capitão dos Palancas Negras, regressou à titularidade no dérbi diante do Interclube, deixou no banco dos suplentes o burundês Ndikumana. Para sábado, no duelo com o ASA, Mateus Galiano continua a ser um dos fortes candidatos à equipa inicial, em função da qualidade que demonstrou na vitória frente aos polícias.
JN