Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Militares motivados para mais uma vitria

Jorge Neto - 01 de Abril, 2019

Militares motivados o desafio com suporte na goleada ao Progresso do Sambizanga

Fotografia: Vigas da Purificao | Edies Novembro

Proibido de abrandar a passada, em função dos três pontos retirados na Secretaria, o 1º de Agosto recebe, amanhã às 17h00, no Estádio 11 de Novembro, a formação do Recreativo do Libolo, desafio referente à 22ª jornada do Girabola Zap.  

Apesar dos três pontos perdidos, os militares estão motivados para o desafio, suportado com a goleada aplicada ao Progresso do Sambizanga, por 0-3, na sexta-feira, que garante a liderança isolada no campeonato nacional.

A equipa técnica, liderada pelo sérvio Dragan Jovic, pretende que os jogadores repitam a exibição diante dos sambilas, embora, reconheça que são adversários distintos e que não existem dois jogos iguais.

No ano passado, o empate nulo selou os dois jogos em que mediram forças, tanto no Estádio de Calulo, como no 11 de Novembro, em razão do momento negativo que se viveu na Secretaria por parte do conjunto rubro - negro na semana passada, só a vitória interessa, pois, está pressionado pelo rival Petro de Luanda, que tem dois jogos por disputar.

Os tricampeões nacionais reconhecem o bom momento que atravessam os libolenses, desde que o antigo internacional angolano André Makanga assumiu o papel de técnico principal. A formação da Vila de Calulo pretende  aproveitar a ascensão na competição, para travar o 1º de Agosto em pleno Estádio 11 de Novembro, onde raramente soma três pontos.

Do lado dos rubro - negros, o guarda-redes Tony Cabaça falha o segundo jogo consecutivo, dos quatro de castigo impostos pelo Conselho de Disciplina da FAF, devido à conduta imprópria contra um jogador do Santa Rita de Cássia, na 19ª jornada do Girabola Zap.

A aposta vai recair em Neblu, que se estreou, esta época, na baliza dos militares, aquando da vitória sobre o Progresso do Sambizanga, por 0-3, um jogo em que teve uma tarde de pouco serviço, em função da apatia do ataque dos sambilas.

Em campo vão estar 16 títulos de campeão nacional, 12 para os militares e quatro para os libolenses, que esta época estão afastados da luta pelo quinto troféu, em função do quinto lugar que ocupam na tabela de classificação, com 27 pontos, contra os 44 pontos dos líderes da competição, o 1º de Agosto.  

AVANÇADO
Mabululu bisa em três desafios

O avançado  Mabululu do 1º de Agosto, está a atravessar o seu melhor momento de forma, com a camisola rubro - negra, marcou cinco golos nos últimos seis jogos, destaca-se na artilharia da formação militar com 11 tentos, no total e deve ser uma das setas apontadas à baliza do Recreativo do Libolo,  amanhã no Estádio 11 de Novembro.

Nesta segunda volta, o goleador dos tricampeões está de \"pé quente\", bisou no jogo com o ASA, na goleada por 4-0, para a 18ª jornada e frente ao Progresso do Sambizanga, no triunfo por 0-3. O golo solitário aconteceu na 19ª ronda, na deslocação ao terreno do Santa Rita de Cássia, vitória por 0-1.
O primeiro bis, de Mabululu, aconteceu na primeira volta, na goleada sobre o Santa Rita de Cássia,  por 5-0, no Estádio 11 de Novembro, a contar para a 4ª jornada do campeonato nacional.

No total, o camisola 26 marcou em oito desafios do Girabola Zap, nomeadamente,  contra as formações do Desportivo da Huíla (2ª jornada), ASA (3ª e 18ª ), Santa Rita (4ª e 19ª), Cuando Cubango (14ª ), Kabuscorp do Palanca (15ª) e Progresso do Sambizanga(21ª).