Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Militares motivados para o Caála

Jorge Neto - 27 de Fevereiro, 2017

Campeão nacional apostado na conquista dos três pontos para igualar registo da temporada passada

Fotografia: José Soares

A conquista dos três pontos no desafio da próxima quarta-feira, às 15h30, no estádio Mártires da Canhala, diante do Recreativo da Caála, em acerto à segunda jornada do Girabola Zap 2017 anima a equipa do 1º de Agosto que se encontra desde ontem na cidade do Huambo.

Os militares, tão logo terminou o desafio do passado sábado, em Benguela, em que venceram os proletários, começaram a pensar na deslocação à Caála. A equipa regressou a Luanda e hoje de manhã, no ex-RI 20, faz um treino, devendo viajar amanhã de manhã para o Huambo. 

O triunfo de 3-0 sobre o 1º de Maio de Benguela motiva mais o plantel às ordens do técnico Dragan Jovic, que persegue o registo do ano passado, em que somou três vitórias seguidas, sem sofrer golos. Para já, o campeão soma duas vitórias em duas jornadas, marcou cinco golos e não consentiu.

O desafio diante do Recreativo da Caála será mais um forte teste, tendo em conta que no ano passado, os militares consentiram naquele estádio a sua primeira derrota no campeonato, por 2-0, no desafio referente à 6ª jornada.

A formação rubro-negra reconhece que vai defrontar um conjunto orientado por um técnico experiente, Alberto Cardeau, que já provou na época passada que pode encontrar argumentos para  derrotar os pupilos de Dragan Jovic.

Os campeões nacionais demonstraram no desafio frente aos proletários que o ataque começa a ganhar gosto pelas balizas adversárias, os três golos provam a atitude finalizadora dos avançados. Até ao momento já marcaram cinco vezes, igualando o registo do ano passado.

Em relação a vitória frente ao 1º de Maio de Benguela, o técnico Dragan Jovic optou por fazer uma gestão do plantel, em função do calendário apertado que a equipa está a cumprir no mês de Fevereiro, ou seja, em 15 dias vai disputar cinco jogos.

A trajectória do campeão começou por receber o Kampala City do Uganda para as Afrotaças, no dia 19, depois defrontou o JGM do Huambo no Girabola Zap, no dia 22, e no dia 25 visitaram o 1º de Maio de Benguela.

No próximo dia 1 de Março, quarta-feira, visita o Recreativo da Caála, para no dia 5 do mesmo mês, em Luanda, receber a Académica do Lobito. Foi com o objectivo de dar frescura física aos jogadores que o timoneiro bósnio fez algumas alterações na equipa que disputou os último dois jogos. Deixou no banco habituais titulares como Isaac e Natael, na defesa, e Buá e Nelson no meio-campo.

GOLOS
Reforços agostinos
com boa pontaria


Medá, Vado e Diogo Rosado são dois jogadores contratados este ano pela equipa do 1º de Agosto que já rendem golos, ou seja, marcaram nas duas primeiras jornadas do Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão, Girabola Zap.

Os dois jogadores deixaram a sua marca em jornadas diferentes, o médio ofensivo Medá, vindo do Kabuscorp do Palanca, abriu a lista dos marcadores na formação militar no desafio diante do JGM do Huambo, na primeira jornada, vitória por 2-0.

Quem também fez a sua estreia ao marcar com a camisola agostina é o extremo Vado, ex-Benfica de Luanda. A antiga águia marcou o golo inaugural na goleada sobre o 1º de Maio de Benguela, sábado último, no estádio Edelfride Costa \"Miau\". 

Depois de ver três golos seus anulados (diante do Kampala City do Uganda,  JGM do Huambo e 1º de Maio de Benguela), o avançado Diogo Rosado finalmente viu um golo validado na vitória frente aos proletários, por 3-0, entrando também na curta lista dos marcadores da equipa, onde constam também Mingo Bile.

O jogador proveniente do Progresso da Lunda Sul fez as \"pazes\" com a baliza e pode ser o caminho para que os adeptos agostinos o vejam de forma diferente, após os apupos no desafio diante do Kampala City, disputado no Estádio 11 de Novembro, referente à segunda mão da primeira eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos.

Além de Medá e Diogo Rosado os campeões nacionais contrataram mais seis jogadores, Guelor (avançado), Natael (lateral esquerdo), Bobó (defesa-central), Vado (médio-ofensivo), Macaia (médio-trinco) e Rambé (avançado).