Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Militares procuram redeno

Jorge Neto - 20 de Setembro, 2015

Eliminados da Taa os rubro e negro tm oportunidade de salvar a poca e garantir presena nas Afrotaas em 2016 caso conquistem o campeonato nacional

Fotografia: Jornal dos Desportos

O 1º de Agosto defronta  hoje às 16h00, no estádio 11 de Novembro, o Interclube, um dos jogos de destaque da 26ª jornada do Girabola 2015, com um único objectivo: vencer para acalentar as esperanças de conquistar  o título.

Os militares encaram o dérbi com muitas cautelas, mas não abdicam da forma de jogar, ou seja, vão apostar no futebol ofensivo para derrotar os polícias, num encontro que se afigura de difícil prognóstico, em função das ambições dos dois conjuntos.

Após a eliminação nos oitavos -de - final da Taça de Angola, pelo Recreativo do Libolo na passada quarta-feira, a formação orientada por Dragan Jovic concentra todas as atenções no campeonato e tem hoje mais um teste difícil diante dos pupilos de Vaselim Vesko.

Os rubro -negros estão habituados a pressão que existe em cada jogo, por isso, fazem do  desafio diante dos polícias uma final, para continuarem na corrida para o título. Contudo, a eliminação na Taça de Angola pode ter deixado sequelas no que toca as opções da equipa técnica, ao que tudo indica, vai fazer mexidas no “onze” inicial.

O meio -campo e o ataque são os sectores que mereceram mais atenção, com as possíveis entradas de Buá , Manucho Dinis e Mateus Galiano ou Ben Traoré.
Os militares pretendem alterar o quadro deixado diante do Recreativo do Libolo, onde o ataque ficou em branco, apostam numa postura diferente para conquistar os três pontos.

O dérbi foi preparado em dois dias, mas isso não preocupa muito a equipa técnica, uma vez que os jogadores já dominam os automatismos pretendidos pelo técnico Dragan Jovic.

O dérbi de hoje à tarde, vai testar mais uma vez a defesa do 1º de Agosto, em função de ter diante de si um dos melhores marcadores do Girabola, o avançado Moco (Interclube). Os defesas da equipa do ex -RI 20 têm estado a ganhar grande parte dos duelos com os seus adversários, por isso, sofrem poucos golos, mas hoje vão ter de estarem atentos ao goleador da equipa do Rocha Pinto.

Entre o capitão Dani Massunguna e Ekundi, um deles vai ter a missão de vigiar o avançado do Interclube que soma dez golos na artilharia do campeonato.
O onze provável da formação do rio seco é o seguinte: Tony Cabaça - Isaac, Massunguna, Ekundi, Paizo (Fissy) - Mingo Bile, Jumisse (Manucho Dinis), Ibukun, Ary Papel - Gelson e Ndikumana (Mateus Galiano).