Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Militares querem fazer mais do que no clssico

Teixeira Cndido - 02 de Maio, 2015

Militares conquistaram sete pontos em partidas fora de casa

Fotografia: Jos Cola

A 11ª jornada prossegue hoje com as atenções viradas para a partida entre o Interclube - 1º de Agosto, um dos jogos de maior cartaz que se disputa no Estádio 22 de Junho, propriedade dos polícias.

É um derby e como tal está rodeado de mistérios característicos desses jogos. Ou seja, não se afigura fácil prever um favorito à vitória. Curiosamente, as equipas empataram na ronda passada. Os polícias foram buscar um ponto ao Lobito, no confronto com a Académica, assim como o militares contentaram-se com uma igualdade no clássico com o Petro de Luanda.

Para os adeptos, os militares desperdiçaram dois pontos no confronto com o Petro de Luanda e esperam melhor desempenho hoje frente ao Interclube, um adversário que não tem sabido aproveitar o factor casa. Em cinco partidas, realizadas no Estádio 22 de Junho, os polícias empataram três e ganharam duas.

Os militares não fizeram melhor, a jogar fora de casa, ganharam duas partidas, perderam duas e empataram uma. Dois pontos separam os polícias dos militares. O Interclube ocupa a segunda posição e o 1º de Agosto é o quinto classificado.

Noutras partidas, o Sagrada Esperança recebe o Domant FC, no Dundo, com largas possibilidades de conquistar três pontos. Os lundas arrancaram um empate na ronda passada, no terreno do Desportivo da Huíla, já  a formação do Bengo desperdiçou três pontos em casa.

Domant FC perdeu em casa frente ao Progresso do Sambizanga, mantém-se por isso, na última posição, na companhia do Recreativo da Caála e do Desportivo da Huíla. No Dundo, os lundas já desperdiçaram seis pontos, mas o seu adversário ainda não conquistou qualquer ponto fora do Bengo.

A prestação do Domant FC abre largas perspectivas aos diamantíferos para conquistarem mais três pontos. Em Cabinda, o Sporting tem a possibilidade de repetir o êxito conseguido em Luanda.

Os leões surpreenderam o Kabuscorp do Palanca, arrancaram mais uma vitória ante uma equipa grande da competição, depois de o fazer frente ao Petro de Luanda e o Recreativo do Libolo( em Calulo).

Em casa não se espera outra atitude dos leões, sobretudo, por defrontarem um adversário que ainda não despertou na competição. Os militares da Região Sul têm uma empreitada não muita famosa nos confrontos fora de portas. Em cinco jogos, conseguiram dois pontos, resultantes de dois empates, e três derrotas.