Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Moco marca h trs jogos

Valdia Kambata - 19 de Outubro, 2016

Avanado do Interclube um dos atletas letais do ataque da equipa no campeonato

Fotografia: Jos Cola

Apesar da equipa não estar a fazer bons resultados nas ultimas jornadas, em que sofreu duas derrotas consecutivas,  Moco deixa  o  perfume de goleador  na recta final do campeonato nacional de futebol.

Com o golo marcado  no jogo com o Benfica de Luanda, o avançado  do Interclube alcançou  o quarto lugar  na lista  dos melhores  artilheiros  do Girabola Zap, ao lado de Paizinho (Recreativo da Caála) Yano (Progresso do Sambizanga ) e Nelito  (ASA).

O atleta  é "letal",  marcou nos últimos três jogos,  torna-se um dos pontas de lança  com maior grau de eficácia  nos últimos  cincos  jogos  do Girabola.  Moco neste momento tem oito golos, era promessa  elevar a produção nesta segunda volta do Girabola Zap.

Infelizmente,  uma lesão no joelho obrigou-o a ficar de fora  nas seis primeiras  jornadas  da segunda  volta. Numa recente entrevista, disse que as coisas  não correram bem,  as  lesões  impediram de  concretizar o desejo de lutar pelo  título de melhor marcador  do Girabola. 

 “Realmente, tenho alguns altos e baixos, a vida é mesmo assim, não temos de estar sempre bem, posso prometer que vou trabalhar para atingir o que desejo, que é marcar golos”, prometeu. 

Aos 27 anos, Moco é pela segunda  vez consecutiva,  o melhor marcador da  equipa .  Com mais  um ano de contrato, o atacante  espera cumprir  com as obrigações  na equipa  dos polícias.

“Tenho  mais um ano de contrato,  quero terminar o meu contrato aqui no Interclube,  que é a minha casa”, disse.  No início da época, o atleta esteve em vias de falhar o arranque do Girabola Zap, devido a lesão no mesmo joelho, contraída ao serviço da selecção nacional.

Contra todas às expectativas,  alinhou no primeiro jogo oficial, em que apontou o único golo da equipa.  O avançado foi o segundo melhor marcador  do campeonato com 12 golos, menos um  em relação a Yano, melhor marcador, foi fundamental  na manobra  atacante  dos polícias no campeonato.
VK