Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

"Onda" de empates agita Estudantes

JLIO GAIANO, NO LOBITO - 11 de Março, 2019

.A equipa apresentou-se nervosa e assustada, acusando a responsabilidade do jogo

Fotografia: Edies Novembro

O empate nulo no desafio frente ao Recreativo da Caála, válido para a 17ª jornada do Girabola Zap2018/2019, provocou um mal-estar no seio da Académica do Lobito. A equipa técnica e os jogadores estão a ser alvos de críticas dos dirigentes e associados que exigem, por isso, explicações pela falta de acutilância e determinação dos atletas no referido jogo.A equipa apresentou-se nervosa e assustada, acusando a responsabilidade do jogo, facto que deixou muitas interpretações para os adeptos que testemunharam o facto. Algumas pessoas associaram a cena com o sentimento de culpa (e vergonha à mistura) denotada aos atletas e treinadores, em face da atitude que tomaram, embaraçando a liderança do clube e que culminou com a derrota administrativa na FAF. De acordo com fontes afectas ao grémio lobitanga, em véspera da deslocação à vila de Calulo, para defrontar o Recreativo do Libolo, um grupo de jogadores decidiu parar com os trabalhos e exigiu da direcção explicações dos atrasados salariais referentes ao mês de Dezembro e o 13º. Uma atitude mal digerida pelos dirigentes da Académica e  alguns associados, que julgaram-na como afronta e desrespeito aos interesses do clube que representam, pelo que os responsáveis acabaram expulsos da colectividade.Aos demais, apesar de lhes concederem o benefício de dúvida, acabaram “distanciados” das atenções da direcção liderada pelo empresário Luís Borges que, depois de esforço empreendido, de solução ao problema e, ademais, recebeu da empresa patrocinadora ESSO Exploration/Sonangol, E.P., garantias de que as condições financeiras para a campanha futebolística estavam asseguradas. Daí, nasce o espírito de arrogância e petulância da parte dos seus dirigentes que, agora, se arrogam no direito de exigirem da equipa treinada pelo professor Francisco Júnior Paulino, melhor desempenho em campo, sobretudo quando os jogos são realizados na condição de anfitriã.