Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Paizinho faz histria no Cala

Gabriel Ulombe, no Huambo - 15 de Outubro, 2015

Atacante o melhor marcador da histria do Recreativo da Cala no Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Diviso

Fotografia: Jos Cola

Com 12 golos marcados, menos um que o melhor artilheiro do campeonato, o avançado Paizinho, do Recreativo da Caála, terminou o Girabola entre os cinco melhores marcadores, tal como aconteceu há duas épocas, ao serviço do FC Bravos do Maquis. Paizinho violou as balizas adversárias o mesmo número de vezes que Moco, do Interclube, e Ary Papel, do 1º de Agosto, superados por Yano, do Progresso do Sambizanga, e Meyong, do Kabuscorp do Palanca, que marcaram 13 golos.

Apesar de pouco utilizado, o futebolista que esta época regressou ao Caála, depois de ter representado o FC Bravos do Maquis (2013) e Benfica de Luanda (2014), foi um dos principais obreiros da não descida de divisão dos caalenses. Diferente da I volta, em que foi utilizado apenas em quatro jogos e não marcou qualquer golo, Paizinho esteve em grande na II volta ao apontar 12 golos nos 15 jogos que disputou.

Em declarações à Angop, o goleador do Caála mostrou-se feliz pelo seu desempenho, uma vez que, segundo ele, em 2014 ficou muito tempo parado, por causa das constantes lesões, sendo esta a causa da sua dispensa do Benfica de Luanda. Ainda assim, disse que podia ter marcado mais golos, caso jogasse com regularidade na primeira volta do campeonato, onde depois da jornada inaugural voltou a lesionar-se, tendo recuperado somente nas três últimas jornadas.

“Estou feliz por ter ajudado a equipa a alcançar os seus objectivos e, também, por ter voltado aos golos. Qualquer avançado sentir-se-ia feliz terminando a época a um golo do melhor marcador, mesmo tendo sido pouco utilizado”, manifestou. Com os 12 golos marcados no Girabola 2015, que encerrou no sábado, Paizinho reforçou a sua condição de melhor marcador do Recreativo da Caála na Primeira Divisão, já que nas cinco épocas que representou este clube foi melhor marcador em quatro delas.

De 32 anos de idade, Paizinho, cujo nome de registo é Hercânio Chitaca Calenga , foi formado nas escolas do Inter  Clube da Huíla, de onde saiu para representar o Desportivo da Huíla, em 2003, ainda na Segunda Divisão, e um ano mais tarde no Girabola. Em 2006 representou o Recreativo da Caála na Segunda Divisão e um ano depois transferiu-se para o Petro do Huambo na Primeira Divisão, tendo regressado aos caalenses em 2009. Ao serviço do Recreativo da Caála o atleta contabiliza, no Girabola, 42 golos, sendo quatro em 2009, nove em 2010, oito em 2011, nove em 2012 e 12 este ano.
JORNALISTA DA ANGOP