Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Palanquinos do cambalhota aos sambilas

21 de Março, 2017

No regresso ao relvado, o Kabuscor entrou melhor , de modo que, quando 56 minutos, voltou a fazer gosto ao p, dando as sim a \"cambalhota\" ao resultado, fixando o marcador em 2-3, resultado que prevaleceu at ao apito final do rbitro.

Fotografia: Vigas da Purificao, Edies Nouvembro

O Progresso Pambizanga perdeu ontem diante do Kabuscorp do Palanca que deu uma \"cambalhota\" à desvantagem de 2-0  minutos do referente  7ªà  jornada do Girabola Zap 2017. Os golos do encontro foram marcados por Vá aos 3\', Fofó aos 26\' marcaram pelos sambilas enquanto Nelito aos 33\' e aos 60´ e Amaro aos 42 marcaram para o Kabuscorp do Palanca.

O jogo começou bastante corrido, com as duas equipas a mostrarem disposição em campo. Porém, os sambilas não demoraram muito para chegar ao golo, quando se jogava apenas a 3\', por intermédio de Vá. Um minuto depois, Doutor Lami chegou pela primeira vez à baliza de Nyame com aviso de que os golos estavam próximo.

Com jogadas bem delineadas, à passagem do minuto 17\', Fofó também fez o primeiro \"aviso\" a Elber quando, assistido por Yano, podia fazer melhor. O seu remate pareceu um passe para o guarda-redes palanquino. À passagem do minuto 22 Norberto, assistido por Fofó, obrigou uma defesa arrojada de Elber que socar a bola para cima da baliza.

O Kabuscop Palanca não se intimidou e foi acreditando que era possível dar a volta ao resultado, mas foram os sambilas que, aos 26 minutos, voltaram a marcar, na sequencia de uma jogada colectiva. Yano simulou um adversário, deixou a bola para Fofó que estava numa situação privilegiada para ampliar o resultado para 2-0.

Aos 30 minutos o mesmo Fofó rematou muito forte, mas a bola passou a escassos centímetros do poste direito da baliza de Elber quando os sambilas já se preparavam para comemorar o terceiro golo. A partir desta altura, os sambilas baixaram as sua linhas e o Kabuscorp foi fazendo o jogo que lhe é característico. Então, aos 33 minutos, Nelito que acabava de saltar do banco, marcou para a sua equipa.

Volvidos 36minutos do jogo, Lami e  Nelito, por duas ocasiões, podiam marcar. O primeiro rematou muito forte para defesa apartada de Nyame e, na recarga, Lami \"chutou\" para o poste direito da baliza de Nyame. O Kabuscorp continuou a acreditar e, à passagem do minuto  50, já em tempo de compensação empatou para 2-2, resultado que durou até ao tempo de intervalo.

No regresso ao relvado, o Kabuscor entrou melhor , de modo que, quando 56 minutos, voltou a fazer gosto ao pé, dando as sim a \"cambalhota\" ao resultado, fixando o marcador em 2-3, resultado que prevaleceu até ao apito final do árbitro.