Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Papel falha Benfica

Jorge Neto - 06 de Julho, 2016

Militares preparam jogo de domingo noite no Estdio 11 de Novembro

Fotografia: Jos Cola

O médio ofensivo Ary Papel, do 1º de Agosto, falha pela segunda vez consecutiva o dérbi com  o Benfica de Luanda, agendado para domingo às 18h00, no Estádio 11 de Novembro, pontuável para a 16ª jornada do Girabola Zap.

O influente jogador já foi baixa no conjunto militar, nos 16 avos-de-final da Taça de Angola, diante do mesmo adversário, que terminou com a eliminação dos agostinos da competição.

O cenário repete-se, pelo facto do camisola 30 ainda não estar totalmente recuperado da mazela na perna direita.
O departamento médico do clube aconselhou a equipa técnica, a não utilizar o médio ofensivo, por não ter ainda atingido os níveis pretendidos, no que toca a sua recuperação, de modos a evitar males maiores e no sentido de preservar a integridade física de Ary Papel.

A ausência forçada do jogador constitui uma grande baixa para os lideres do campeonato, mas não é um cenário novo, pois o médio ofensivo esta época já desfalcou a equipa noutros desafios da referida competição. Nos outros jogos em que Ary Papel desfalcou o conjunto militar, a equipa técnica liderada pelo bósnio Dragan Jovic encontrou como alternativas, Nelson, Romaric e Mingo Bile. Assim, opções não faltam à formação do rio seco.

O melhor marcador do 1º de Agosto, nas duas últimas épocas até ao momento, apontou três golos no Girabola Zap 2016. No ano passado, somou 12 tentos, suplantou Gelson e Mateus Galiano com 10 tentos.

Ary Papel está a atravessar este ano, uma difícil recuperação da lesão contraída no desafio com  o Interclube, situação que o impede de dar mais à equipa, e voltar a ser o jogador fundamental que se espera dele. Em relação a preparação para a recepção aos benfiquistas, as coisas decorrem sem sobressaltos para os rubro-negros, que esperam apresentar-se ao mais alto nível no jogo, para conquistar os três pontos no regresso à competição.  Na primeira volta, os militares venceram as águias, no Estádio dos Coqueiros, por 2-0, golos de Geraldo e Gelson.

MASSUNGUNA
Quem também fica de fora, do jogo com o Benfica de Luanda, é o capitão Dany Massunguna. O central militar falha o duelo, por acumulação de cartões amarelos, é a primeira vez esta época, porque a par do lateral Isaac, são os únicos totalistas da formação orientada por Dragan Jovic.

Face à ausência de Dany Massunguna,  que  habitualmente faz dupla com Sargento, a equipa técnica tem à disposição Vado, e o maliano Diakité, este ainda não foi utilizado esta época.  Curiosamente, Diakité foi contratado ao Benfica de Luanda e pode ter a boa oportunidade para estrear-se, dado que conhece bem os seus antigos colegas de equipa e a forma como actuam em campo.