Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Papel quer defrontar proletrios

Jorge Neto - 05 de Maio, 2016

Jogador falhou o desafio da jornada passada contra o Desportivo da Hula e quer defrontar domingo o 1 de Maio

Fotografia: M.Machangongo

Depois de ter sido baixa no jogo da jornada anterior com o Desportivo da Huíla, por questões físicas, o médio ofensivo Ary Papel regressou aos treinos do 1º de Agosto. O jogador faz algumas corridas para ultrapassar a lesão muscular, de formas a marcar presença no clássico de domingo às 18h00, no Estádio 11 de Novembro, diante do 1º de Maio de Benguela.

Nesta altura, o jogador está sob a supervisão do médico da equipa, Drº Abel Sanz, apesar de estar a trabalhar no relvado desde terça-feira, realiza corridas ligeiras  para debelar as dores musculares na perna direita.

Por esse motivo, o camisola 30 trabalha à margem do grupo e segundo apurou o Jornal dos Desportos de uma fonte ligada à formação agostina, Ary Papel pode vir a integrar os treinos com bola, amanhã, dado que hoje o plantel goza um dia de folga.

O melhor marcador dos rubro -negros nas duas últimas épocas,  falhou dois jogos este ano,  o primeiro por ter visto o cartão vermelho e no domingo passado diante do Desportivo da Huíla por lesão contraída num dos treinos da semana derradeira, referente à 10ª jornada.

Apesar de nesta edição do Girabola Zap, Ary Papel somar dois golos marcados à entrada da 11ª jornada, o jogador continua a ser influente na manobra ofensiva do lider do Campeonato Nacional.

O corpo médico e a equipa técnica acreditam que estado físico do médio ofensivo deixou de ser preocupação, devido o tempo de repouso que teve para recuperar e certamente vai ser uma das propostas do bósnio Dragan Jovic para a recepção aos proletários.

No domingo, aquando da vitória sobre o Desportivo da Huíla, por 2-1, foi notária a ausência de Ary Papel nas transições ofensivas, onde cria espaços com alguma facilidade e o excelente entendimento que tem com Gelson, o melhor marcador do campeonato.

Ary Papel é o único caso que atarefa o corpo médico da formação militar, o resto do grupo está disponível e motivado para mais um jogo que se antevê difícil, mas sempre com o objectivo centrado na conquista dos três pontos.

PREPARAÇÃO
Militares corrigem erros


A equipa técnica do 1º de Agosto trabalha no melhoramento da prestação dos jogadores para o jogo de domingo, com o 1º de Maio de Benguela, em função da apatia que o grupo registou na jornada passada.

A garantia foi dada pelo técnico Dragan Jovic, em declarações ao site oficial do clube militar que serviu de análise ao jogo com o Desportivo da Huíla, referente à 10ª jornada. Apesar da vitória por 2-1, o timoneiro bósnio diagnosticou alguns erros cometidos pelos rubro-negros, daí colocar os aspectos de correcção nas prioridades desta semana.

Os rubro-negros incidem a preparação na correcção defensiva e na finalização, aspectos em que baixou de rendimento, a julgar pelos números apresentados até há três jogos, quando derrotou o Recreativo do Libolo, por 3-1, no Estádio 11 de Novembro.

Embora vencesse os dois desafios passados, por 2-1, frente ao Porcelana FC e ao Desportivo da Huíla, os agostinos baixaram a fasquia de três para dois golos por partida, que era o resultado mais vezes conseguido pelos pupilos de Dragan Jovic.                       
JN