Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Paulo Figueiredo d mo palmatria

13 de Fevereiro, 2017

Para si, ganhar em casa diante do constituiu um imperativo, face sua meta de permanecer no Girabola Zap.

Fotografia: Jornal dos Desportos

O técnico do Progresso da Lunda Sul, Paulo Figueiredo, considerou que é justa a derrota da sua equipa frente ao FC Bravos do Maquis (1-0) à saída da primeira jornada do Girabola Zap de 2017.

Falando à imprensa a pós o jogo, Paulo Figueiredo disse que a sua equipa durante o jogo  tudo fez para dar volta ao resultado, mas foi o Maquis que teve a sorte de vencer.

 “Penso que foi um bom jogo e bem disputado, fizemos tudo, tentamos no corredor direito e esquerdo, infelizmente não foi possível, vamos pensar o próximo jogo” disse o treinador, ciente de que os treinos ao jogo desta semana deverá ser a redobrar, no sentido de evitar uma segunda derrota, diante do Sagrada Esperança, na segunda jornada.

PINTAR ALEGRE
Quem está alegre, por entrar com o pé direito na prova é o técnico do Progresso da Lunda Sul, João Pintar.  Para si, ganhar em casa diante do constituiu um imperativo, face à sua meta de permanecer no Girabola Zap.

O técnico afirmou mesmo que o resultado devia ser outro se não houvesse muita ansiedade dos jogadores, além das contrariedades demonstradas pelo oponente em algumas fases do jogo. “A equipa jogou mal”, reconheceu, prometendo melhorar no próximo jogo, diante do ASA.