Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Persistncia d vitria ao Desportivo da Hula

Benigno Narciso, no Lubango - 10 de Outubro, 2016

A crena e motivao dos militares da Regio Sul.

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Desportivo da Huíla redimiu-se, ontem, da derrota da ronda passada e deu um passo importante para manutenção na prova ao vencer o 4 de Abril, por 3-1, desfecho que permitiu trocarem de posição na tabela de classificação.

 Mentalizados de que apenas o triunfo interessava para os objectivos que perseguem, os comandados de Ivo Traça estudaram bem a lição e fruto dessa determinação impuseram total domínio ao adversário que, diga-se a bem da verdade, viu-se completamente subjugado durante os primeiros minutos da partida.

Durante esse período, os militares da Região Sul ainda se deram ao “luxo” de desperdiçar duas oportunidades claras de golo iminente. Por isso, foi com enorme surpresa que o adversário, contra todas as expectativas e na primeira acção ofensiva que produziu, adiantou-se no marcador com golo de central Dudú, na sequência de um cruzamento aos 12´.

Pressionado pela obrigação de vencer para somar os três pontos úteis para as contas finais, o Desportivo rapidamente se refez do calafrio e da desvantagem no marcador. A concentração, aliada à fidelidade no sistema definido para o desafio ditou a reviravolta dos visitados no marcador.
Foi assim que aos 20´, restabeleceu, com toda a justiça a igualdade por intermédio de Nandinho com um remate colocado que não deu possibilidades de defesa ao guarda-redes Rochaná. O tento da igualdade reforçou a crença e motivação dos militares da Região Sul.

No reatamento, foi com naturalidade que os comandados de Ivo Traça efectuaram a cambalhota no marcador. Kêmbua aos 66´ numa jogada de nota artística, recepcionou com classe o esférico na pequena área e sobre pressão de um defesa contrário e diante da aproximação do guarda-redes, fez passar a bola sobre este e com a baliza aberta atirou para o fundo das redes, fazendo o 2-1 no marcador.

Como candeia que vai afrente alumia duas vezes, foi o Desportivo que embalado e dominador chegou ao terceiro golo aos 83´, por intermédio de Jó. Com o triunfo o Desportivo abre boas perspectivas para concretizar o sonho da permanência na prova.
BN