Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro ainda acredita

Edvaldo Lemos - 02 de Maio, 2019

Petro vence na Lunda-Sul e est com menos um ponto em relao ao 1 de Agosto

Fotografia: Santos Pedro| Edies Novembro

A vitória ontem do Petro de Luanda sobre o Saurimo FC, por 2-0, em jogo de acerto da 18ª jornada do Girabola Zap 2018/2019, disputado no estádio das Mangueiras, na Lunda Sul, acaba por dar mais "sumo" à luta que se assiste para a conquista do título, com o 1º de Agosto, líder do campeonato, a ver a sua vantagem reduzida para um ponto.
Os golos de Job e Herenilson, aos 82 e 90+3´, deram corpo ao triunfo dos comandados de Toni Cosano que eram favoritos à vitória, aliás, não estranhou o facto de terem começado o jogo pressionando os anfitriões. Prova disso, o Petro de Luanda, em oito minutos, chegou por duas vezes com perigo à baliza do Saurimo FC, por intermédio de Job, porém não concretizadas pelo facto de o guarda-redes Toni ter feito duas defesas apertadas. 
Contudo, a equipa treinada pelo jovem Diogo Pedro "Dione" não se limitou apenas a ver o Petro jogar. Nada disso. Procurou igualmente chegar à baliza tricolor com jogadas combinadas, sendo a mais flagrante a protagonizada por Larama, aos 10 minutos, que passou por dois jogadores tricolor, incluindo o central Wilson, mas Eddie Afonso, com um corte primoroso, impediu com que o jogador do Saurimo FC fizesse a festa.
A investida do Saurimo FC acabou por despertar ainda mais os tricolores. Aos 15 minutos, Tiago Azulão, na grande área, não teve competência para alegrar as centenas de adeptos dos campeões dos campeões, pois o seu remate de cabeça saiu fraquinho e permitiu a defesa, sem problemas, do guarda-redes Toni.
A grande vontade do Petro em chegar ao golo contrastava com a falta de discernimento dos seus jogadores. Tiago Azulão, aos 35´, teve mais uma oportunidade de golo, depois de bem servido por Mateus, porém o avançado brasileiro chutou para fora.
O desperdício de Azulão poderia ter criado um amargo de boca ao tricolor, pois na resposta o Saurimo FC, por Larama, após um contra-ataque rápido, quase fazia balançar a baliza do Petro, o que só não aconteceu pelo facto de o guarda-redes Elber ter realizado uma saída oportuna e um corte eficaz
A segunda parte foi mais conseguida para o Petro. Melhor, foi neste período em que a equipa de Cosano marcou os golos da vitória, como se disse, num jogo em que era favorita à vitória.
Com a saída do ghanês Musah, substituído pelo angolano Nari, os jogadores do Saurimo recuaram no terreno, provocando fragilidade no meio campo. Uma jogada articulada por Antes do primeiro golo do jogo, Job e Azulão protagonizaram uma bela jogada, porém Manguxi atirou a  bola às nuvens, deixando os colegas aborrecidos.
Deste modo, aos 82´, Job aproveitou um bom passe e com um forte remate fez a bola balançar dentro da baliza à guarda de Toni. Um golo que o capitão tricolor festejou efusivamente, acabando por se lesionar e substituído por Ary. A sentença do jogo foi dada aos 90+3´, por Herenilson, com um golo monumental.

BOA ARBITRAGEM
A equipa de arbitragem composta por Mauro de Oliveira (principal), Domingos Francisco e Neri da Silva (auxiliares) realizaram um bom trabalho.

DECLARAÇÕES
Diogo Pedro(Saurimo FC)


“Sem ganhar fica mais difícil”
“Pensamos que a cada jornada que a equipa fica sem ganhar tudo fica mais difícil. Esse foi um jogo em atraso, queríamos conquistar os três pontos, mas não foi possível. Transmito os meus parabéns ao Petro e vamos para frente, faltou-nos concretizar algumas oportunidades que criámos e, claro, nos últimos minutos mais pernas para acompanharmos a pedalada do Petro. Faltam agora poucos jogos, dois no total, e como disse, cada jornada sem ganhar fica cada vez mas difícil”.

António Cosano (Petro)
“Era importante ganharmos”


"Continuamos ainda com a matemática, mas era importante ganharmos, apesar dos obstáculos. Continuo a dizer que a equipa tem uma boa mentalidade, em qualquer estádio temos que estar com o olho na vitória, por isso a mentalidade para os últimos jogos é a mesma, somarmos mais três pontos,  ter o controlo da bola e do jogo. Vamos deixar ainda de lado o Girabola para recuperarmos bem fisicamente e psicologicamente a equipa. Ainda acreditamos que vamos ganhar, o 1º de Agosto tem um jogo fora, num campo difícil e vamos ver o que vai acontecer".