Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro Atltico mais folgado que Kabuscorp

Betumelano Ferr?o - 20 de Março, 2017

Equipa de Beto Bianchi favorita na conquista dos trs pontos

Fotografia: Vigas da Purificao | Edies Novembro

A diferença de qualidade, entre o Petro de Luanda e o JGM do Huambo, facilita a vida de quem gosta de fazer prognósticos. Os tricolores até podem não inclinar o campo, mas em teoria têm tudo o que precisam, para hoje à tarde somar 3 pontos. A história é diferente quando se analisa o dérbi, Progresso do Sambizanga - Kabuscorp do Palanca, um desafio em que tudo pode acontecer, porque há equivalência entre os contendores.

Os tricolores perderam nas últimas épocas, o gosto de golear equipa fracas, mas como o hábito de confirmar o favoritismo ainda mora no Catetão, é possível que os adeptos estejam  a fazer contas apressadas, porque ninguém está à espera de ver o primo - divisionário causar surpresa desagradável no Etádio 11 de Novembro.

A abundância de qualidade, é uma garantia segura do que o Petro é capaz de fazer, para impor a lei do mais forte. Os tricolores colocaram a fasquia ao alto, quem quer ser campeão está proibido de esconder-se de um adversário como o JGM.

O primo - divisionário deu má amostra da sua capacidade defensiva, ao consentir numa das jornadas anteriores, a goleada do Girabola ZAP 2017. As lições do amargo dissabor devem acordar as faculdades competitivas da equipa do Huambo na visita ao Petro de Luanda, incapaz de esgrimir os seus argumentos, só resta aos forasteiros diminuir os erros defensivos para impedir que os tricolores passeiem no relvado.

A rivalidade entre sambilas e palanquinos está a subir de tom, nas últimas épocas, o que até certo ponto deixa os adeptos de ambas as equipas com água na boca. Os dois contendores são capazes de protagonizar um duelo renhido de desfecho imprevisível, deles se espera tudo, menos um surpreendente resultado desnivelado.

Os sambilas estão atrás da melhor sequência de resultados, nem sempre as coisas saem conforme o perspectivado, mas a grande verdade é que as várias vitórias do Progresso sobre o Kabuscorp  aconteceram, quando a equipa aparentava alguma intermitência.

Os palanquinos sabem que entram em campo pressionados,  esperam que os sambilas adoptem alguma atitude, e é ponto assente que Romeu Filemon e pupilos já se aperceberam que têm mesmo de correr riscos, os sambilas vão querer jogar sempre no erro palanquino.

As duas equipas têm excelentes executantes, é claro que as individualidades do Kabuscorp aparentam  mais recursos, pelo que o desfecho do dérbi é capaz de ser determinado pelo desempenho dos craques das duas equipas. O jogo acontece às 16h00, no Estádio dos Coqueiros.