Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro confiante recebe o Sagrada

13 de Agosto, 2016

Tricolores esto de sobreaviso nesta semana em que desde segunda-feira aprimoraram tudo para travar os diamantferos

Fotografia: Jos Cola

Depois de ontem à noite termos assistido ao "duelo" protagonizado no estádio 11 de Novembro, entre o Benfica de Luanda e o campeão Recreativo do Libolo (2-3), em jogo que abriu a 21ª jornada do Girabola Zap, também hoje no mesmo local, mas à partir das 16H00, o Petro de Luanda desce ao relvado para defrontar com muita atenção o Sagrada Esperança da Lunda Norte.

Porque o Petro de Luanda tem a obrigação de ganhar ao Sagrada Esperança da Lunda Norte se, na verdade, ainda alimenta o jogo de chegar a campeão este ano.

É que, contados os 36 pontos que soma na classificação, e  olhando ainda para o líder 1º de Agosto que tem 43, então significa que o Petro de Luanda tem de ganhar para ficar apenas a quatro de diferença e esperar que a equipa militar amanhã perca com o Recreativo da Caála.

Para já, a equipa petrolífera não tem, à partida, uma tarefa fácil diante da formação diamantífera que está aflita na décima posição. E porquê? Porque esta equipa lunda já realizou nove jogos fora de casa e apenas venceu um nesta condição, sendo, pois, de esperar que hoje queira somar a segunda fora de portas frente a um adversário ao qual já bateu o pé inúmeras vezes.

Ademais, o Sagrada Esperança vem de uma derrota averbada em casa diante do  Atlético Sport Aviação (ASA), por 0-2. Perder pela segunda vez consecutiva não está nos planos.

Por esta razão o Petro de Luanda está de sobreaviso. Nesta semana, desde segunda-feira, fez-se aos treinos com muito cuidado, aprimorou os aspectos tácticos. Apenas com um total de 21 golos marcados e 13 sofridos até à entrada desta 21ª jornada, Beto Bianchi e seus pupilos sabem da importância dos três pontos em jogo, como o para a boca.

 Antes desse jogo entre petrolíferos e diamantíferos, a formação da polícia, Interclube, entra em capo, em sua casa, com os militares da região Sul, nomeadamente o Desportivo da Huíla.

O Interclube é a equipa que está atrás do Petro, com 32 pontos, e é do seu interesse vencer o Desportivo para não ver a equipa tricolor logo a ganhar ao Sagrada Esperança e, desta forma, vê-la a encetar, como se diz, a fuga em frente.

Portanto, ao Interclube também interessa ganhar e rezar para um percalço do Petro de Luanda. Será? Vamos é esperar para assistirmos ao que acontecer nos estádios 22 de Junho e 11 de Novembro.

E temos de igualmente aguardar para vermos se, após o tempo  regulamentar do jogo, o 4 de Abril do Cuando Cubango vai ter capacidade para derrotar o Progresso da Luanda Sul.

 Esta equipa lunda como se sabe, na jornada passada recebeu com muita determinação o 1º de Agosto em Saurimo, ao qual, contra todas a previsões venceu, por 1-0. Mas a equipa do Cuando Cunango, orientada por esse experiente treinador que pelo  nome de João Machado, tem provado que não é pêra doce.

O 4 de Abril já pregou muitas surpresas a grandes equipa e não é o Progresso da Luanda Sul que a fará assustar, sobretudo em casa, diante do seu público. João Machado certamente tem a fórmula para parar a ousadia da equipa visitante.

Outro jogo da jornada vai ser protagonizado entre o Atlético Sport Aviação (ASA), que é o vigésimo primeiro com 23 enfrenta o Porcelana FC do Cuanza Norte, com dezassete pontos na tabela.

Teoricamente, o ASA é mais equipa que a sua adversária que está a sobrar como "lanterna vermelha". Mas está condição não confere já estatuto de vencedor à turma aviadora que sai de uma crise, por falta de salários e contratos.