Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro de Luanda d folga colectiva

Paulo Caculo - 13 de Junho, 2016

Tricolores descansam uma semana no culminar da primeira volta do Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Diviso

Fotografia: Nuno Flash

A equipa sénior de futebol Petro Atlético de Luanda, observa a partir de hoje um período de folga, concedido pelo técnico Beto Bianchi na sequência do encerramento da primeira volta do Girabola Zap 2016. O conjunto tricolor regressa aos treinos na segunda-feira dia 21, para  o jogo com o 4 de Abril, referente à 16ª jornada do campeonato.O repouso concedido ao grupo, segundo apurou o nosso jornal, visa permitir que os atletas gozem de um momento descanso, após semanas ininterruptas de treinos.

Consta ainda, que o objectivo da equipa -técnica é criar condições para que os jogadores façam a gestão de esforço e da regeneração física.Apesar de fechar com derrota o primeiro turno do campeonato, o labor patenteado pelos tricolores ao cabo de 15 jornadas, destaca-se a excelente recuperação protagonizada pelo conjunto às ordens de Beto Bianchi, sobretudo, após as derrotas nos jogos frente a Académica do Lobito (2ª jornada) e Sagrada Esperança (6ª).

Volvidas as  oito jornadas, concluiu-se que o Petro dava-se melhor nos jogos realizados em Luanda, ou seja, na condição de "dono da casa", facto que contrastava com a prestação rubricada nos desafios efectuados na condição de visitante. Contribuíra para tal constatação, o facto da maioria dos pontos amealhados pelos petrolíferos foram conseguidos na capital do país.

Não fosse as derrotas frente ao Interclube, e recentemente com o 1º de Agosto, a equipa de Beto Bianchi fechava a primeira volta, seguramente, numa posição muito mais agradável para os anseios do clube. Ainda assim, a actual quarta posição ocupada pelos tricolores, a sete pontos da liderança dos militares, ajuda a proporcionar ao grupo algum sentimento de conforto, na medida em que existem 45 pontos em disputa.De resto, se o percurso do Petro se mantiver ou melhorar na segunda volta, pode dar-se o caso da equipa de Beto Bianchi no final das contas para o título, colocar-se em situação privilegiada de festejar. Acrescenta-se o facto dos tricolores darem-se muito bem com nos jogos em casa, e se a lógica se cumprir, fazerem um resto de Girabola Zap bastante promissor.

COMPARAÇÃO
Tricolores têm
mais sete pontos


Uma breve avaliação ao rendimento actual do Petro de Luanda, e a produção da equipa no Girabola Zap2016, chega-se à realidade que o conjunto às ordens de Beto Bianchi rendeu mais, do que  em relação à época transacta. No campeonato do ano passado,  nesta altura, decorridas 15 jornadas, os tricolores ocupavam a sexta posição com 20 pontos, contrariamente aos 27 pontos de hoje, em quarto lugar, em igual número de pontos com o terceiro classificado, o Kabuscorp do Palanca.
O crescimento pontual e posicional do Petro, justifica-se como é óbvio, pelo maior número de vitórias conquistadas este ano (8 - 5 do ano passado). Também nesta época, os números de golos da formação tricolor são manifestamente superiores (15 - 10) relativamente ao campeonato passado. O Petro de Luanda encerrou a primeira volta do campeonato com derrota para o 1º de Agosto, por 1-0, e na 16ª jornada, primeira da segunda volta, defronta em Menongue, o 4 de Abril do Cuando Cubango.