Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro desfalcado defronta 1 de Maio

Paulo Caculo - 23 de Abril, 2016

Petro defronta hoje noite no Estdio 11 de Novembro o 1 de Maio para a nona jornada do Campeonato Nacional

Fotografia: Nuno Flash

O Petro de Luanda surge hoje à noite no jogo frente ao 1º de Maio de Benguela com uma equipa desfalcada no ataque e no meio -campo, devido as indisponibilidades de Job e Élio que nos últimos três dias regressaram aos treinos, após estarem ausentes por motivos de doença. Os dois jogadores estiveram a contas com paludismo e não integram a convocatória para o jogo da 9ª jornada do Girabola Zap, agendado para as 18h00 no Estádio 11 de Novembro.

O defesa central e o médio ofensivo falharam pelos mesmos motivos o jogo com o Desportivo da Huíla, na jornada anterior.  Fora dos convocados estão também os lesionados Fabrício, Francis, Mabiná e Duarte. Apesar de treinarem com bola no relvado, os quatro jogadores não entram nas contas do técnico hispano -brasileiro para o jogo com os proletários, em virtude de estarem a realizar exercícios específicos em separado, orientados pelo Departamento Médico do clube.

Pesem as limitações, o Petro projectou para este jogo um futebol pragmático, cujos intervenientes podem ser os mesmos do "onze" anterior, dada a escassez de opções sobretudo no ataque, onde Fabrício permanece fisicamente limitado. A aposta deliberada ao ataque e os habituais cuidados na defesa para evitar riscos desnecessários, são variáveis que os tricolores carregam como primazia na recepção aos proletários.

A equipa do Petro que entra a jogar hoje diante do 1º de Maio não deve ser muito diferente da que defrontou e empatou (0-0) com o Desportivo da Huíla na segunda-feira. Ou seja, Beto Bianchi pode apostar no mesmo grupo de jogadores que deu corpo ao "onze" da jornada anterior, deve reeditar o seu habitual sistema táctico (4X5X1), privilegiar o maior povoamento do meio -campo, sobretudo, sempre que a equipa esteja em acção defensiva, mas desdobrável nas execuções ofensivas.

Salvo alterações de última hora, o Petro joga com o seguinte "onze": Gelson à baliza, Abdul, Etah, Wilson e Miguel, no quarteto defensivo, Chara, Manguxi, Herenilson, Carlinhos e Diógenes, no meio-campo, e Balakay ao ataque.

BETO BIANCHI
“Nossa equipa
está  animada”


Motivação e crença são duas variáveis que não faltam ao Petro de Luanda que hoje às 18h00 no Estádio 11 de Novembro, ao Camama, defronta o 1º de Maio de Benguela no prosseguimento da nona jornada do Girabola Zap. A garantia é do treinador Beto Bianchi que assegura ter a equipa preparada para fazer o melhor no duelo ante os proletários.

"Estamos satisfeitos com o regresso do Elío e do Job, mas ainda aguardamos por outros que estão entregues ao Departamento Médico para estarem também à nossa disposição", adiantou-se a esclarecer sobre o estado de saúde do plantel, antes de antever as incidências do confronto com os proletários.

"O jogo é complicado. Temos de dar o máximo de nós para conseguirmos uma resposta positiva. A equipa está animada, apesar do empate que sofremos no jogo anterior, num campo também  complicado.  Esperamos vencer o jogo deste sábado (hoje), para estarmos melhor", afirmou.

O treinador do Petro admite que após dois empates consecutivos, torna-se imperioso vencer o 1º de Maio para evitar que se instale um clima de pressão sobre os jogadores e toda a equipa técnica.

"Acho importante vencer este jogo, porque depois de somar dois pontos em jogos complicados, é fundamental que a gente some três pontos que nos ajude a dar um passo importante na classificação", acrescentou Beto Bianchi,que considera ainda o 1º de Maio um forte adversário a ter em conta.
"Se analisarmos os últimos três resultados no campeonato, acho que alguma coisa de mérito tem esta equipa. Penso que é uma equipa que se deve ter em conta", asseverou.  
PC