Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro em dia de teste

Paulo Caculo - 02 de Julho, 2016

Tricolores jogam hoje com o Desportivo no Ferrovia

Fotografia: Arimatia Baptista

A equipa do Petro de Luanda põe hoje à prova o ritmo competitivo e níveis físicos, durante o jogo amistoso com o Desportivo da Huíla, agendado para às 9 horas, no Estádio do Ferrovia, no Lubango.

O confronto é o segundo e último amigável dos tricolores, frente à formação da Região Militar Sul, durante o estágio, (depois da vitória de 3-1 na partida de quarta-feira), o técnico Beto Bianchi pretende submeter os jogadores a sucessivos exercícios, que visem manter o ritmo e provar níveis físicos, antes do regresso aos jogos à sério, no Girabola Zap.

O director para o futebol do clube tricolor, António Sidónio Malamba, revelou que é o último teste em terras da Chela, porque a próxima semana está reservada a para sessões virados à correcção de falhas cometidas nos dois jogos de controlo, e no aperfeiçoamento dos níveis técnico -tácticos e competitivos.

“Na próxima semana, não efectuaremos mais jogos de controlo. A equipa técnica preferiu optar por essa via, visto que é já a semana dos jogos e exige a necessidade reservarmos o esforço físico dos atletas”, esclareceu.

Será, irremediavelmente, nesta toada, que a equipa técnica do Petro  vai manter o grupo a trabalhar, até vésperas do embate frente ao 4 de Abril do Cuando Cubango, desafio referente à 16ª jornada do campeonato nacional.

Durante o curto estágio na Huíla, o treinador hispano -brasileiro aproveitou para observar jogadores novos, assim como testar novas opções nos titulares. A aposta em jovens talentos para o "onze," pode ser mais frequente durante esta segunda volta do campeonato, devido à promoção de ex -juniores.

Com a integração do médio brasileiro Tiago Azulão, reforço da equipa tricolor para a segunda volta, o técnico brasileiro orienta os trabalhos sem o defesa central Maludi nem o médio Jó, ambos cedidos ao Desportivo da Huíla, a título de empréstimo, até ao final da presente época.

Beto Bianchi sublinhou que o estágio competitivo é necessário para superar níveis e aperfeiçoamento de capacidades da equipa para a segunda volta, com a realização de jogos de controlo.“O trabalho que estamos a efectuar é necessário,  porque pretendemos  aperfeiçoar os aspectos técnicos e tácticos e corrigir os erros da primeira volta”, justificou.

“É importante porque se conseguirmos corrigir estamos mais aptos a atingir as metas, porque tenho dito que pretendemos ser uma equipa que deixa o coração em campo, para concretizarmos os nossos objectivos”, referiu.

Treinam às ordens de Beto Bianchi, os seguintes jogadores: Lamá, Gerson e Mig (guarda-redes), Etah, Elio, Abdul, Miguel, Ari, Mira, Manguxi, Chara, Francis, Job, Mateus, Wilson, Carlinhos, Diógenes, Herenilson, Duarte, Mabiná, Balakai, Mavambu, Fabrício e Jirresse.    
* Benigno Narciso - Lubango