Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro entre equipas que mais evoluem

Paulo Caculo - 30 de Março, 2017

Tricolores protagonizam percurso que garante tranquilidade em relação aos objectivos

Fotografia: Vigas da Purificação |Edições Novembro

O Petro de Luanda é das equipas que mais evoluem no presente Girabola. Os tricolores começaram o campeonato de forma atabalhoada, à segunda jornada ocupavam a modesta oitava posição da classificação, com três pontos, tinham averbado a primeira derrota  diante do Recreativo do Libolo.


Decorridas sete jornadas, o conjunto às ordens de Beto Bianchi aparece na disputa dos lugares cimeiros da prova, ocupa o terceiro lugar, a um ponto do segundo colocado, 1º de Agosto, e a quatro pontos do actual líder, Kabuscorp do Palanca.    

A recuperação dos tricolores começou a ser encetada, precisamente, na terceira jornada, no jogo frente ao Interclube, e daí para cá, o seu gráfico jamais registou baixa.

Para alegria da direcção, de todo o plantel, da massa associativa e para o aumento da competitividade no campeonato, o Petro faz parte do naipe de candidatos ao título do Girabola Zap que integram o "pelotão" da frente, ou os lugares de acesso às competições africanas de 2018.

Embora averbasse  a segunda derrota na sexta ronda diante do Kabuscorp, que obrigou a um atraso em relação aos "crónicos" rivais na luta pelo título, os 15 pontos que detém actualmente, na terceira posição, permite sonhar com um percurso semelhante ao protagonizado na época passada, basta que supere os mais directos concorrentes na colheita de pontos nos próximos jogos.

Não obstante averbar  duas derrotas, metade do total da época passada, a excelente recuperação que enceta na tabela classificativa, permite gozar de chances para  aspirar pela liderança do campeonato.


Na época passada, em que foi vice -campeão, a dois pontos do 1º de Agosto, a esta altura estavam disputadas sete jornadas, o Petro ocupava o quarto lugar com 13 pontos, fruto de quatro vitórias, um empate e duas derrotas. Este ano, os tricolores estão uma posição acima e com mais dois pontos, mercê de cinco vitórias, duas derrotas e nenhum empate.

Embalados nessa visão, se o treinador Beto Bianchi e colectivo de jogadores forem capazes de manter o ciclo de vitórias no presente campeonato, mais fáceis se tornam as contas e a realização dos objectivos traçados, embora, se afigure complicada a missão de todas as equipas envolvidas no Girabola, em não perder pontos.