Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro joga desfacaldo contra Porcelana

Paulo Caculo - 09 de Abril, 2016

Camisola 21 do Petro est a contas com leso no joelho e baixa hoje no jogo com o Porcelana da provncia do Cuanza Norte

Fotografia: Nuno Flash

O lateral Mabiná é a recente contrariedade do técnico Beto Bianchi para o jogo desta tarde com o Porcelana do Cuanza Norte, agendado para às 18 horas, no Estádio 11 de Novembro. O experiente defesa não recuperou das queixas no joelho direito, foi afastado dos convocados.

A ausência do jogador do “onze” que defrontou o Sagrada Esperança na jornada passada, deve ser a principal alteração a ser efectuada na equipa pelo treinador dos tricolores, durante a semana de preparação o hispano-brasileiro não deixou transparecer a ideia de vir a mexer muito nos titulares que estiveram no desafio do Dundo.

A julgar por aquilo que os tricolores ensaiaram na véspera do jogo, o Petro deve apostar hoje num futebol de pressão alta ao adversário, privilegiar as rápidas transições defesa/ataque, mas conservar a posse de bola. O facto de estar a jogar em casa e perante os seus adeptos, vai obrigar os petrolíferos a oferecerem uma resposta à altura das expectativas.

ONZE PROVÁVEL
Depois da derrota consentida na jornada passada, Beto Bianchi projecta para este jogo um “onze” que transmita maior confiança e dê maiores garantias na vitória. Em face disso, o técnico pode  apostar em  Gerson na baliza. Já o quarteto defensivo deve ser formado por Etah e Elio no centro e Miguel e Ari nas laterais. O meio-campo pode ser povoado por Wilson, Manguxi, Balakai, Chara e Carlinhos, enquanto Jiresse deve ser a opção para tomar conta do ataque. O avançado tem espelhado faro para os golos, pelo menos nas sessões de treino, facto que os tricolores esperam confirmar-se também nos jogos oficiais da equipa. Integram a convocatória de Beto Bianchi os seguintes 18 jogadores: Gerson, Lamá, Mira, Ari, Wilson, Élio, Etah, Chara, Diógenes, Herenilson, Carlinhos, Manguxi, Balakai, Mavambu, Job, Jiresse, Mateus e Miguel.


TÉCNICO BETO BIANCHI
“Todos os jogos são difíceis”


O treinador do Petro de Luanda espera um jogo muito difícil hoje diante do Porcelana do Cuanza Norte. Beto Bianchi justifica o discurso cauteloso, pelo facto do conjunto cuanzanortenho ter histórico de bons resultados em Luanda, onde já venceu esta época o Interclube e empatou com o Progresso do Sambizanga.

" O Girabola está muito equilibrado e para uma equipa ganhar um jogo tem de suar muito dentro do campo e  exemplo disso é a derrota do primeiro de Agosto frente ao ultimo classificado. Todos os jogos são difíceis. Não há jogos fáceis", alertou o técnico dos petrolíferos.

"Os jogadores sentem que estão a trabalhar bem e não existe preocupação. É verdade que quando a equipa perde o normal é fazer alterações, mas também não sou de ficar louco quando perco jogos, porque tenho visto o trabalho que temos feito", acrescentou Beto Bianchi.

O treinador do Petro reafirma estar "feliz" com o futebol praticado pela equipa e garante que quem esteve no jogo com o Sagrada pôde notar que os tricolores foram melhores que os diamantíferos.

"No futebol quem não marca acaba por sofrer. Mas vamos procurar mudar para o jogo de sábado (hoje), a pensar em melhorar o nosso futebol. Gosto de trabalhar com base naquilo que observo dos meus adversários e o Porcelana é perigoso. Em tempos ganharam o Inter em casa deles e a gente tem de ter cuidado", esclareceu.