Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro no comando

Val?dia Kambata - 07 de Setembro, 2017

Acerto da 20ª jornada

Fotografia: Jornal dos Desportos! Edições Novembro

A qualidade de desmarcação de Tiago Azulão, o "homem golo" do Petro de Luanda, esteve, mais uma vez, em evidência no campeonato. A forma como o brasileiro se desfez dos defesas do ASA para marcar o primeiro golo da vitória de ontem, por 2-1, acabou por ser um merecido prémio pelo labor demonstrado pelos tricolores.

O triunfo tricolor, que devolveu a equipa de Beto Bianchi à liderança do campeonato, nem por isso foi suave. O campeão dos campeões sentiu o peso dos aviadores nos minutos finais do jogo. Ainda assim, a audácia e dinâmica imposta nos 90 minutos, foram determinantes para somar os três pontos. 

Com os olhos virados à liderança do campeonato, os tricolores entraram a pressionar o adversário, com clara intenção de marcar logo nos primeiros minutos de jogo, ante um ASA bastante tranquilo. Por isso, assumiram completamente o jogo e o primeira grande sinal de perigo aconteceu aos onze minutos, com Job a assistir Tiago Azulão que na grande área não conseguiu rematar. O domínio dos tricolores foi coroado aos 17 minutos. Fruto de um canto cobrado por Job, a equipa de Beto Bianchi chegou ao golo por intermédio de Tiago Azulão, que com um golpe de mestre, de cabeça, colocou a bola na baliza aviadora. 

Com este golo a equipa do Catetão ganhou mais confiança e passou a atacar mais vezes à baliza aviadora. Contudo, a partir do minuto 30, o ASA tomou o controlo do jogo. Anastácio, Xavier e Bena começaram a dar nas vistas, criando dificuldades à defesa do Petro. Na segunda os aviadores entraram com outro fulgor, dominando completamente o jogo, obrigando a equipa do Petro a recuar  no terreno de jogo, saindo apenas em jogadas de contra-ataque.

Ainda assim, a primeira situação de golo desse período pertenceu aos tricolores com Job a assistir Tiago Azulão na grande área e este por sua vez rematou forte, tendo a bola passado rentinho ao posto de Maguete. No minuto a seguir os aviadores, muito bem no jogo, criaram uma situação de perigo à baliza de Gerson. Bena, à entrada da grande área rematou forte, jogada que foi travada pelo guarda-redes Gerson.

Quando tudo indicava que o golo dos aviadores seria uma questão de minutos, os tricolores, numa jogada rápida de contra-ataque, Job assistiu Carlinhos à entrada da grande área e este com mestria mandou a bola para o fundo da baliza. Embora o resultado não estivesse a seu favor, os aviadores continuaram a mandar no jogo tendo alcançado o golo de honra, aos 90+5´, por Bena, num excelente gesto técnico de cabeça. 

ARBITRAGEM
A equipa de arbitragem liderada por Paulo Sérgio, embora não tenha  influência no resultado, esteve alguns furos abaixo. Faltou sincronia com os seus assistentes, o que acabou por prejudicar determinadas acções das equipas.

1º DE AGOSTO
Geraldo é aguardado no país

O atacante do 1º de Agosto, Geraldo, é aguardado no país para integrar os treinos dos campeões nacionais, com vista o clássico de domingo às 17h00 no Estádio 11 de Novembro, no jogo com o rival Petro de Luanda, desafio a contar para  a 24ª jornada do Girabola Zap.

O experiente jogador militar deslocou-se ao Brasil, para efectuar a última fase do processo de recuperação da lesão,  até ao fecho da edição ainda não tinha chegado ao país, em consequência, falhou o treino que se realizou ontem, na relva natural do Estádio França Ndalu, o novo recinto de trabalho do conjunto rubro - negro.

O Jornal dos Desportos soube, que o segundo melhor marcador da equipa, com seis golos, tinha a chegada prevista para domingo, por isso, aguarda-se a todo o momento o regresso  para reforçar o plantel às ordens do bósnio Dragan Jovic. O camisola 11 é uma das principais unidades dos agostinos,  a equipa técnica conta com o extremo para o importante jogo de domingo,  que pode definir o campeão desta época, no campeonato nacional da I divisão.

Depois da deslocação do atleta, ao país da América do Sul, onde jogou durante quase toda a sua carreira, a direcção e equipa técnica aguardam ansiosos a integração do atacante, em condições de participar no clássico. Geraldo desfalcou o plantel militar, nos três últimos jogos, diante do FC Bravos do Maquis, do Moxico, Sagrada Esperança, da Lunda - Norte, e Santa Rita de Cássia, do Uíge, que averbou nesses jogos, duas vitórias e um empate. Antes da lesão, o canhoto marcou dois golos, na 20ª jornada, frente ao Desportivo da Huíla.

Com exibições de nível aceitável, e a revelar-se uma das peças preponderantes no esquema táctico do 1º de Agosto, o atacante ressentiu-se de dores na coxa esquerda, lesão contraída em representação da Selecção Nacional frente a sua congénere das Ilhas Maurícias, pontuável para a segunda mão da primeira eliminatória de acesso ao CHAN do próximo ano, no Quénia.

O extremo esteve em evidência ao longo da partida, foi o marcador do segundo golo dos Palancas Negras, deu muito trabalho aos defesas adversários que encontraram no jogo duro, uma das formas para o travar, foi considerado no final da partida, o "homem do jogo". O jogador está a um golo de igualar o seu registo do ano passado (época de estreia),  marcou então sete tentos, durante o Campeonato Nacional da Primeira Divisão, pode superar a marca conseguida em 2016.

Outro dado importante, é que Geraldo marcou em todas as competições em que jogou esta época, nomeadamente, nas eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos, diante do Kampala City do Uganda, no Girabola Zap e nas eliminatórias de acesso ao CHAN. Falhou o jogo da Taça de Angola com o Kafalango do Cunene.
Jorge Neto

INGRESSOS
Direcção militar
coloca trinta mil
bilhetes à venda

OPINIÃO DOS TÉCNICOS
"Parabéns aos meus atletas"


"Esta semana treinámos apenas uma vez e quero, por isso, dar os parabéns aos meus jogadores pelo empenho e dedicação, pois, mais do que isso, seria impossível. Vamos para o próximo jogo (diante do Progresso da Lunda Sul) com mesmo pensamento, que é o de conquistar pontos".

Paulo Saraiva
ASA


"Controlámos o jogo"


"Quero dar os meus parabéns ao Paulo Saraiva pelo excelente trabalho que está fazer. Foi um jogo bastante difícil, mas conseguimos controlar o nosso adversário. Neste dois últimos jogos fomos o que menos sofremos, apesar de nos últimos 10 minutos, o ASA apertou mais. Estão de parabéns todos os meus jogadores, são vários jogos seguidos, mas estamos cumprindo com os nossos objectivos, pois são mais três pontos".

Beto Bianchi
Petro de Luanda