Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro pode ser lder na folga dos rivais

Betumeleano Ferro - 28 de Julho, 2018

Tricolores recebem caalenses com objectivo de conquistar os trs pontos

Fotografia: Vigas da Purificao| Edies Novembro

A alternância na liderança do Girabola Zap pode voltar a ocorrer esta tarde, se o Petro de Luanda somar os 3 pontos diante do Clube Recreativo da Caála (CRC), no jogo programado para as 16h00, no estádio 11 de Novembro. A ultrapassagem vai fazer do tricolor líder à condição com 44 pontos porque o 1º de Agosto, actual primeiro com 43, só joga para jornada 26 no próximo dia 12 de Agosto, diante do Domant do Bengo, enquanto o Interclube, segundo com 42, folga por desistência do JGM.
O cenário é o ideal para o Petro de Luanda superar, embora de maneira momentânea, os dois que lhe obrigam a olhar para cima. Ganhar é por isso melhor do que empatar ou perder, não há pois alternativa para a equipa tricolor, já está bem atrasada porque tem dois obstáculos para ultrapassar, assim não pode se atrasar mais sob pena de deitar a toalha ao tapete dentro em breve, por perder a capacidade matemática de chegar ao tão desejado título.
Via de regra, o CRC costuma ser um adversário difícil de ultrapassar mas essa é a última hora para o Petro mostrar que ainda tem alma de campeão, a meta está cada vez mais próxima, a partir de hoje só vão restar mais 4 jogos. Sem tempo e margem de erro, os tricolores vão ter de fazer pela vida para sair do 11 de Novembro ainda com o rótulo de candidato, um outro resultado que não a vitória pode ser o começo do fim para Bianchi e pupilos.A precisar inclinar o campo para aumentar as chances de triunfar, o tricolor tem de fazer melhor do que na jornada passada em que atacou sem eficácia, pois não conseguiu acertar com as balizas adversárias. É esse o mal que vai ter de ser corrido a todo o custo para que a desilusão esta temporada não chegue mais cedo do que o esperado, ainda há esperança para o Petro, é verdade, mas pode se tornar idosa com mais um deslize, até pode ser o empate, contra o CRC.
O CRC está a remar contra a despromoção, ainda tem obstáculos a ultrapassar, pois tem dois concorrentes a sua frente, mas a cada vitória, como sucedeu na ronda passada, a esperança de permanência renasce. A precisar de vitórias e pontos, os caalenses sabem que podem tudo menos perder em Luanda, um triunfo extramuros mais do que relança o CRC na fuga pela despromoção. Do jeito como as coisas estão, o empate favorece mais ao CRC, mas isso de modo algum significa que a equipa do Huambo vai ao 11 de Novembro proteger as suas balizas com autocarros, é normal que antes de se espalhar pelo campo fique na expectativa para ver o que o Petro traz para o jogo.