Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro prepara jogo da mudana

18 de Maio, 2016

Petrolferos ensaiam ao detalhe no Cateto a estratgia para o embate frente aos sambilas sbado no princpio da noite no estdio Nacional 11 de Novembro

Fotografia: Jos Cola

O Petro de Luanda entra a partir de hoje na fase derradeira da preparação iniciada na segunda-feira, com vista o jogo de domingo com o Progresso do Sambizanga, válido para a 13ª jornada do campeonato nacional.

Depois de dois resultados menos conseguidos (derrota diante do Interclube, na 11ª jornada e empate frente ao ASA, na 12ª), os tricolores querem provar a sua capacidade de reacção e de superar as adversidades.

A atravessar uma fase em que é notória a alternância de resultados, o plantel treina ao máximo da sua força no Catetão, para colocar um ponto final ao período de produção intermitente, alternando vitórias, empates e derrotas, a começar pelo jogo com a formação do Sambizanga.

Digerido o amargo da igualdade no jogo com os aviadores, os tricolores aproveitaram a sessão de ontem para realizarem exercícios físicos e de circulação com bola, em que foi notória o empenho dos atletas.  Recuperar os cinco pontos perdidos nas duas últimas jornadas é o grande objectivo do técnico Beto Bianchi, que espera contar com todos os jogadores, antes do fim-de-semana.

ENSAIO TÉCNICO
As duas sessões de treino realizadas desde segunda-feira,  serviram para o treinador do Petro recuperar o grupo da condição física e corrigir os detalhes da estratégia de jogo que não surtiram os efeitos desejados na partida anterior.

A aposta nos exercícios de circulação, posse de bola e jogadas combinadas, é notória nos ensaios realizados pelos tricolores, no Catetão, numa clara demonstração dos objectivos que norteiam o grupo.

Na preparação de hoje agendada para às 9h00, Beto Bianchi deve voltar à carga com os habituais trabalhos de construção de jogo ofensivo e melhoria no sistema defensivo.

O treinador hispano -brasileiro  mostra-se cada vez mais imperioso nos exercícios de finalização, para melhorar os níveis de eficácia do ataque, que nos últimos jogos revelaram enormes desperdícios.