Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro procura reabilitao frente ao Sagrada

Betumeleano Ferro - 30 de Março, 2019

Petro de Luanda e Sagrada Esperana medem foras esta tarde no 11 de Novembro

Fotografia: Benjamim Cndico | Edies Novembro

A derrota com o Clube Recreativo da Caála (CRC) como que acabou em definitivo com a margem de erro no Petro de Luanda no campeonato. Assim é forçoso que os tricolores reajustem o passo esta tarde diante do Sagrada Esperança, a partir das 16h00, no 11 de Novembro. Para além de manter acesa a chama da candidatura, o Petro também ambiciona tirar bom proveito do bónus inesperado da FAF que retirou três pontos ao líder 1º de Agosto, contas feitas, se garimparem hoje os tricolores podem voltar a depender de si para subir ao topo da classificação.

Os tricolores têm de mostrar-se gratos aos ventos favoráveis que num ápice começaram a soprar em sua direcção, nem mesmo as adversidades que vêm uma atrás da outra podem servir de desculpa para o Petro falhar o garimpo. Um triunfo sobre os diamantíferos é a melhor garantia de que o Petro precisa para continuar a acreditar que ainda pode chegar lá, a confiança que agora está a faltar depende dos 3 pontos para se tornar realidade.

Agora em que o campeonato se apresta a entrar na fase das decisões, é urgente que o Petro de Luanda recupere o doce passado contra o Sagrada Esperança para começar a mostrar que é capaz de se reerguer para andar com os seus próprios pés. Com ou sem treinador principal no banco dos suplentes o peso da camisola continua o mesmo. Assim, ninguém precisa lembrar ao campeão dos campeões que é na hora de reagir às adversidades que se vê quem é grande ou gigante com pés de barros.

O Sagrada Esperança está atento as fortes ventanias que assolam o Petro de Luanda de todos os lados, o momento é o ideal para entrar no 11 de Novembro de peito aberto, realmente, se conseguir adoptar uma postura ofensiva há todas as chances de os diamantíferos colocarem os tricolores em xeque, o que é capaz de alargar as chances de êxito.

O Desportivo da Huíla também está sob a obrigação de reagir, os militares da Região Sul perderam na secretária 3 pontos, é provável que o leve castigo tenha repercussões no seio do plantel ainda mais porque há quem tentou fazer a sua parte para que o jogo com o 1º de Agosto fosse normal. Agora que a situação parece irrecuperável, o Desportivo vai tentar desforrar-se amanhã no ASA, a fraca campanha aviadora faz dos forasteiros favoritos na colheita final dos pontos.

A precisar de pontos para fugir da nova despromoção, o ASA vai ter de fazer pela vida quando jogo começar às 15h30 nos Coqueiros. O Desportivo é o adversário indesejável para quem está com o credo na boca, as chances de vitória são quase escassas,  mas até o lavar dos cestos o ASA vai tentar acreditar que é vindima.

Uma vez mais o Kabuscorp do Palanca vê a sua candidatura ser posta em xeque por questões administrativas, os 9 pontos perdidos podem sim ter muita influência no desempenho competitivo contra a Académica do Lobito. O jogo é amanhã a partir das 15h30, no Buraco, mas fica claro que os palanquinos estão sem cabeça para pensar em dar lições aos estudantes, a lembrança do muito que se perdeu pode condicionar o rendimento colectivo.

Os estudantes estão poucos lugares acima da linha de água, mas podem muito bem aproveitar a aparenta desmoralização colectiva dos palanquinos, é verdade que há revolta do outro lado, mas a Académica não pode ter receio de lucrar com a situação sob pena de complicar as suas contas da permanência.

O FC Bravos do Maquis também sentiu a mão pesada da FAF, o castigo veio na pior altura, mas fiel ao seu nome a equipa de Zeca Amaral vai hoje ao reduto do Libolo provar a partir das 15h00 que os 3-0 da primeira volta não foram obra do acaso. É verdade que ninguém está a espera que os maquisardes apliquem nova derrota pesada sobre os libolenses ainda mais porque a situação dos contendores no campeonato se inverteu, agora é o Libolo quem está melhor no campeonato, portanto, com chances de dar o troco.

A luta pela permanência é o tema do Cuando Cubango FC - Sporting de Cabinda, 15h00,  nos Eucaliptos, as duas equipas sentem o aperto vindo de todos os lados, os leões estão fora da zona da despromoção, porém, podem em caso de derrota trocar de posição com o Cuando Cubango, um dado importante a reter porque pode ser determinante para a atitude final dos contendores.

 O Santa Rita recebe hoje o Interclube no 4 de Janeiro, também com início às 15h00, os católicos vão ter de fazer mais do que rezar para conseguir prevalecer sobre os polícias. Muito distante das metas do início da época, o Interclube vai tentar aliviar a pressão com um triunfo extramuros.O alarme da desistência soou uma vez mais na Lunda Sul, ainda assim quem for ao estádio das Mangueiras vai assistir a partir das 15h00 ao Saurimo FC - Clube Recreativo da Caála (CRC). O jogo tinha tudo para aquecer, mas parece que os donos da casa estão mais interessados em cumprir calendário.