Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro tem calendrio complicado

Paulo Caculo - 05 de Julho, 2017

Tricolores tm jogos em atraso com Libolo e Interclube

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Girabola 2017 já consumiu 18 jornadas, e do topo ao centro da tabela de classificação, entre as equipas que se encontram bem posicionadas para o título de campeão, está o Petro Atlético de Luanda, segundo colocado do campeonato, com 37 pontos, com  três pontos de diferença do líder, 1º de Agosto.

O vice-campeão da época passada protagoniza, este ano, um bom percurso, mas tem ainda de enfrentar um calendário desfavorável pela frente, com o particular de alguns destes jogos serem com equipas candidatas ao título. Tem como sombra um pelotão que espreita a liderança, como são os casos do Kabuscorp, Sagrada Esperança e Libolo, ao conjunto tricolor espera-se que seja capaz de ultrapassar os próximos adversários, sob risco de ficar arredado da actual posição, já que não está muito isolado no segundo lugar. 

Para materializar o propósito de encerrar o campeonato, entre os três primeiros colocados, os tricolores têm de superar os adversários, sobretudo, nesta fase mais complicada do campeonato em que as equipas são obrigadas a consolidar posições, para não deixar escapar as metas traçadas. 

Como se não bastasse, o facto de ter o Kabuscorp do Palanca a roer-lhe os \"calcanhares\", o Petro de Luanda ainda tem a difícil missão de enfrentar nas próximas duas jornadas (jogos em atraso), equipas candidatas ao título, nomeadamente, o Recreativo do Libolo, para a 17ª, e  o Interclube, para a 18ª jornada.

Na 19ª ronda, a equipa de Beto Bianchi recebe o Progresso da Lunda Sul (13º colocado/17 pontos), um jogo em que o facto do conjunto de Saurimo estar a atravessar uma fase complicada dada a posição aflitiva que ocupa, pode contribuir para elevar os níveis de dificuldades aos tricolores. No jogo seguinte, desloca-se ao terreno do ASA, outro desafio complicado, a julgar pela excelente recuperação que os aviadores estão a encetar na prova.

No caminho do Petro,  para a 21ª jornada, está o sempre complicado Kabuscorp, 3º posicionado com 34 pontos, e adversário directo na disputa do segundo lugar da competição. Um desafio pautado sempre com elevadas dificuldades, para ambos os conjuntos, cujo desfecho é na maioria dos casos, imprevisível.Cinco jogos que podem ser fundamentais para o que representam as aspirações da equipa petrolífera no campeonato.